Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17318
Title: Ocorrência, biologia e movimentação do tubarão cabeça-chata, Carcharhinus leucas, no litoral nordeste do Brasil
Authors: NIELLA, Yuri Vieira
Keywords: Oceonografia; Estrutura populacional; Pesticidas orgânicos; Sazonalidade; Telemetria; Ataques de tubarão
Issue Date: 19-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Os tubarões cabeça-chata (Carcharhinus leucas) são importantes predadores de topo, sendo um dos poucos condrictes capazes de sobreviver tanto em ambiente marinho como de água doce devido a especializações fisiológicas. O objetivo desse trabalho consistiu em analisar a estrutura populacional e a biologia dos tubarões C. leucas capturados no âmbito do Projeto de Pesquisa e Monitoramento de Tubarões no Estado de Pernambuco, além de estudar os seus movimentos utilizando transmissores acústicos e por satélite. Um total de 18 tubarões cabeça-chata foram amostrados na costa da Região Metropolitana do Recife entre maio de 2004 e dezembro de 2014, utilizando espinhéis de fundo e linhas de espera, lançados nas praias de Boa Viagem, Piedade e Paiva. Os animais capturados vivos foram marcados e liberados, enquanto aqueles que não sobreviveram foram encaminhados ao laboratório para análise da biologia reprodutiva e do conteúdo estomacal. A ocorrência local de C. leucas foi investigada utilizando modelos aditivos generalizados (GAM). As alterações morfológicas encontradas em dois espécimes foram investigadas por meio de radiografias, dissecações e análises de poluentes. Houve uma maior probabilidade de captura nas praias de Boa Viagem e Piedade. Foi observada uma maior ocorrência de C. leucas entre os meses de novembro e fevereiro e durante períodos de lua cheia, com uma presença mais provável com ventos mais fracos, temperaturas da superfície do mar mais quentes e baixos índices pluviométricos. Foram encontradas baixas concentrações de poluentes orgânicos nos indivíduos que apresentaram deformações esqueléticas, sugerindo outras fontes para o fenótipo observado. O tubarão monitorado realizou a maior movimentação descrita para um macho dessa espécie, alternando o seu modo de deslocamento entre residente e transiente e utilizando preferencialmente águas da plataforma continental brasileira, tendo ainda entrado em uma região estuarina. Este estudo ressalta a importância dos ambientes costeiros para os tubarões cabeça-chata e fornece informações importantes para o manejo dessa espécie nessa parte do Oceano Atlântico, além de subsidiar o desenvolvimento de estratégias de mitigação do risco de ataque de tubarão em Pernambuco.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17318
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_FINAL.pdf3.96 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons