Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17208
Título: Potencial biotecnológico de actinobactérias da coleção UFPEDA contra Candida spp
Autor(es): SANTANA, Raphael Carlos Ferrer de
Palavras-chave: Antifúngico, CMI, Metabólitos bioativo, 16SrDNA.; Actinobacteria. Bioactive metabolites. 16S rDNA
Data do documento: 24-Fev-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Actinobactérias são bactérias Gram-positivas formadoras de filamentos ramificados que se destacam pela produção de metabólitos secundários, como antimicrobianos, antitumorais, fitohormônios e corantes naturais. Diante disso, este trabalho teve o objetivo de determinar o potencial biotecnológico de actinobactérias da coleção UFPEDA contra Candida spp. Para avaliação da atividade biotecnológica, 32 actinobactérias foram testadas contra sete isolados clínicos de Candida spp. utilizando diferentes meios de cultura para o crescimento (ALA, ISP-4, AY, ISP-3) e temperaturas (37 ºC ou 45 ºC). No ensaio primário, foi evidenciada atividade apenas quando as actinobactérias foram cultivadas em meio ISP-3 a temperatura de 37 ºC. Dessas, apenas 2 linhagens (6,25 %) apresentaram atividade antifúngica com halo de inibição variando entre 11 mm e 18 mm. As duas linhagens produtoras de metabólitos secundários com atividades antifúngicas não apresentaram diferença estatística, por isso foi selecionada a linhagem G24 por apresentar um pigmento na cor vermelha para dar seguimento às análises. A fermentação da linhagem (G24) foi realizada para avaliar atividade antifúngica, biomassa e pH, durante 5 dias, utilizando diferentes meios (MPE, M1 e ISP-3),sendo tais parâmetros monitorados a cada 24 horas. O melhor meio para produção de metabólitos secundários foi ISP-3 fermentado durante 48 h em pH 7.0, sendo evidenciados halos de inibição de 13 a 18 mm e biomassa de 0,1 g/mL de meio. Estabelecidas às condições, foi realizada a extração do princípio bioativo, sendo evidenciada atividade apenas para biomassa quando extraído em acetato de etila. A concentração mínima inibitória (CMI) do extrato bruto variou de 125 μg/mL a 62,5 μg/mL para Candida spp testadas. Análise Cromatográfica do Extrato Bruto as frações semi-purificadas foram analisadas por cromatografia em camada delgada (CCD) sendo evidenciadas duas frações, uma com atividade antifúngica e outra um corante natural. As características morfológicas do isolado G24 foram analisadas por microscopia óptica, sendo observados esporos verticilados pertencente ao gênero Streptomyces. O gene 16S rDNA foi amplificado e enviado para sequenciamento, sendo identificada como Streptomyces sp. Diante destes resultados, podemos concluir que a linhagem (Streptomyces sp), isolado da rizosfera de Caesalpinia pyramidalis tul, do bioma Caatinga, apresenta uma significativa atividade antifúngica e necessita de estudos espectroscópios para caracterização do composto bioativo e do corante.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17208
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biotecnologia Industrial

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação- Raphael Santana.pdf1,17 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons