Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17192
Título: Desenvolvimento de valores em crianças : estrutura, transmissão, personalidade e religiosidade
Autor(es): GOMES, Yves de Albuquerque.
Palavras-chave: valores de crianças, Schwartz, transmissão, religião, personalidade.; children’s values, Schwartz, transmission, religion, personality
Data do documento: 23-Fev-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa teve como objetivo investigar o desenvolvimento de valores em crianças, segundo a teoria de universais em valores humanos, de Schwartz. Para isso foram seguidas quatro vertentes. Primeiramente, a estrutura dos valores das crianças foi estudada, considerando-se como variável importante o tipo de escola frequentado pelos participantes – se particular ou pública. Em seguida foi enfocada a transmissão materna de valores, incluindo-se a verificação de se a transmissão indireta, mediada pela percepção da criança, seria mais intensa que a direta. A terceira linha inquisitiva abordou a personalidade e sua relação com valores. Finalmente, foi tratada a influência da religião e do grau de religiosidade, sobre os valores. Para a realização destas quatro investigações as crianças responderam ao Picture-Based Value Survey for Children (PBVS-C), um instrumento capaz de permitir que elas facilmente ponham seus valores num ranking, através de figuras com legendas. Além de responderem a este instrumento referindo-se a si mesmas, elas responderam-no também tomando o ponto de vista de suas mães. Já os valores das mães foram acessados pelo Questionário de Perfis de Valores (QVP). Este instrumento consiste em uma série de perfis que descrevem personagens. O respondente deve julgar o quão parecido consigo é o personagem no perfil de cada item. A personalidade foi examinada pelo Ten Item Personality Inventory (TIPI), o qual foi respondido pelas mães, sobre si mesmas e sobre seus(a) filhos(a). E as questões sobre a religião e o grau de religiosidade fizeram parte de um questionário sociodemográfico. As análises foram feitas por escalonamentos multidimensionais, correlações bivariadas e comparações de médias. Os resultados acerca da estrutura dos valores das crianças mostraram que a escola particular não conduz a uma estrutura mais semelhante à teórica. No entanto, o conteúdo dos valores de estudantes de escolas privadas é sistematicamente mais sofisticado. A transmissão materna de valores contou com resultados que corroboraram a hipótese de que a transmissão indireta é mais forte que a direta. Os traços de personalidade representados no TIPI relacionaram-se a uma das dimensões de valores. A religião e o grau de religiosidade fundiram-se a essa mesma dimensão, de abertura versus conservadorismo. O conjunto de achados da pesquisa possibilitou a formulação de um mapa conceitual integrativo sobre o desenvolvimento de valores em crianças brasileiras. Esta integração inclui o tipo de escola, a personalidade e a religião e grau de religiosidade das mães; bem como variáveis externas de sexo e idade. Os dados forneceram também algumas pistas otimistas sobre a adequação do PBVS-C às crianças brasileiras. Os desvios encontrados até então, quando analisados conjuntamente, apontam para causas em fenômenos culturais inerentes às escolas. Espera-se que estes achados contribuam para o aprimoramento do PBVS-C e para o avanço e integração da psicologia acerca de valores, personalidade e religião.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17192
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Yves Tese Biblioteca.pdf8,48 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons