Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17166
Título: Fatores condicionantes da relação entre indivíduos e a Iead: hipercultura, atitudes, desempenho e satisfação
Autor(es): ASFORA, Silvia Cauás
Palavras-chave: Educação a distancia. Educação a distancia mediada pela internet. aprendizagem on-line. Teoria da Mediação Cognitiva. Hipercultura. desempenho. evasão. satisfação.; Distance education. Online course. Online learning. Cognitive Mediation Theory and Hyperculture. Performance . Drop rate. Achievements
Data do documento: 9-Set-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A Educação a Distancia mediada pela internet (iEaD) é uma modalidade de ensino na qual a mediação didático-pedagógica dos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s), estando os estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. O objetivo deste estudo é investigar como a hipercultura está relacionada ao sucesso dos indivíduos em atividades de iEaD no contexto de cursos voltados para conteúdos ligados à administração de empresas, considerando as influências intervenientes de variáveis psicossociais e educacionais. O trabalho em questão apoia-se em três estudos hipotético-dedutivos, observacionais e transversais, possuindo como marco teórico a Teoria da Mediação Cognitiva (TMC) e o conceito de hipercultura. A estratégia utilizada na pesquisa foi quantitativa, seguida de análises estatísticas dos dados; quanto ao meio de investigação, foram utilizadas pesquisas de campo tipo survey com coleta de dados primários; para instrumento de coleta de dados, foram utilizados questionários e também bases de dados institucionais de uso e desempenho em sistemas de iEaD. Na análise e interpretação dos dados, foram utilizados métodos estatísticos diversos bem como conceitos da teoria das probabilidades. A sociodemografia das amostras foi caracterizada por meio de estatística descritiva, o mesmo ocorrendo com as principais variáveis dependentes. Testes de hipótese e coeficientes de correlação foram utilizados para avaliar o grau de associação entre pares de variáveis. A análise de aglomerados, análise fatorial, smallest space analysis e a teoria das facetas foram usadas para avaliações multivariadas. Em função dos resultados obtidos, foram empregadas ainda técnicas de regressão múltipla para o levantamento de modelos e análises de confiabilidade para determinar a consistência de indicadores. Os resultados da pesquisa revelaram que o sucesso de alunos no iEaD depende da combinação do grau de internalização da hipercultura dos alunos com o grau de hiperculturalidade do curso. A hiperculturalidade dos alunos está positivamente correlacionada a um melhor desempenho e a uma menor evasão quando os cursos apresentam características mais hiperculturais. Alunos de baixa hiperculturalidade tendem a um melhor desempenho, menor insatisfação e menor evasão em curso menos hiperculturais. Cursos de baixa hiperculturalidade exercem influência negativa nos alunos de alta hiperculturalidade levando-os a um pior desempenho e à evasão. Foi evidenciado também que as atitudes de demandantes do ensino superior em relação ao iEaD são positivamente influenciadas pelo seu grau de internalização da hipercultura e que existe correlação positiva e estatisticamente significativa entre os valores atribuídos a todos os aspectos do iEaD e a disposição em cursar o ensino superior nesta modalidade. Foi também observado que a hipercultura está associada a um determinado tipo de cognição (pensamento visual, busca por atualização e obtenção de notícias) e também associada a determinados tipos de atitudes (abertura, extroversão, sociabilidade)
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17166
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE FINAL_SILVIA CAUÁS ASFORA.pdf3,29 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons