Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17159
Título: Desenvolvimento e Validação de Método Indicativo de Estabilidades Para Comprimidos Revestidos de Metildopa
Autor(es): SANTOS, Bruno Aires dos
Palavras-chave: Metildopa; Estabilidade de Medicamentos; Cromatografia Líquida de Alta Pressão; Método Indicativo de Estabilidade; Estudos de Validação; Methyldopa; Drug Stability; Chromatography; High Pressure Liquid; Stability Indicating Method; Validation Studies
Data do documento: 30-Mai-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A metildopa (a-metil-3, 4-dighidro-l-fenilalanina) é um agente hipotensor de ação central, é uma pró-droga, que exerce sua ação anti-hipertensiva através de um metabólito ativo. A estabilidade é um importante parâmetro para avaliar a segurança, eficácia e qualidade exigidas para o registro sanitário de produtos farmacêuticos. Vários países publicam diretrizes para estabilidade farmacêutica. No Brasil, estes estudos devem ser conduzidos segundo o Guia para a Realização de Estudos de Estabilidade, publicada na resolução - RE n.01 de 29 de julho de 2005 e a RDC 58 de 20 de dezembro de 2013 que estabelece parâmetros para a notificação, identificação e qualificação de produtos de degradação em medicamentos com substâncias ativas sintéticas e semissintéticas, classificados como novos, genéricos e similares e dá outras providências. O objetivo desse trabalho foi desenvolver um método indicativo de estabilidade para comprimidos revestidos de metildopa 500mg, avaliando a especificidade e a seletividade deste método. Para avaliação da especificidade e seletividade do método foram mantidas amostras da metildopa matéria-prima, comprimido revestido 500mg e placebo nas seguintes condições de estresse: hidrólises (ácida, básica e neutra), oxidação e temperatura; as amostras também foram submetidas ao teste de fotoestabilidade. A seletividade do método também foi demonstrada após realização de testes com o padrão primário de metildopa contaminado com a impureza 3-O-metil-metildopa. Os resultados foram analisados segundo dados gerados por cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE) com detector de arranjo de diodos (DAD). A 3-O-metildopa apresenta tempo de retenção relativo (TRR) de 1,37 frente à metildopa. A metildopa mostrou-se estável nas hidrólises neutras e ácida menos concentradas bem como na degradação térmica, oxidativa e na fotoestabilidade. Apresentou um decaimento muito acentuado nas condições básicas (NaOH 0,1 e 1,0M), sendo inadequado para o estudo de métodos indicativos de estabilidade como indica a RDC 58 de 2013. A condição mais severa da hidrolise ácida (HCl 5,0M) apresentou um teor de 77,80% para a matéria-prima e 82,99% para o comprimido revestido em comparação com o padrão de trabalho após 72 horas de estudo, ambos apresentaram um pico de degradação com TRR de aproximadamente 2,00. Na condição de hidrólise alcalina menos concentrada (NaOH 0,01M) apareceram produtos de degradação tanto na matéria-prima como para o comprimido revestido de metildopa, porém, o pico que apresenta área significativa apresenta TRR de 0.38 e o teor do fármaco foi de 73,49% para a matéria-prima e 74,48% para o comprimido revestido em comparação com o padrão de trabalho após 72 horas de estudo. Através das análises dos resultados obtidos utilizando as ferramentas de integração e de análise espectral para avaliação da similaridade e pureza dos picos, verifica-se que o método utilizado consegue detectar os produtos de degradação que venham a surgir durante os estudos de estabilidade. O método posteriormente foi validado utilizando como referências a RE 899 de 2003 e a norma técnica da ICH Q2 R1. O método desenvolvido e validado foi utilizado no estudo de estabilidade de um comprimido revestido de metildopa 500mg similar constante no mercado brasileiro, apresentando resultados dentro da especificação exigida para o produto.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17159
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO (Salvo Automaticamente)_correto.pdf1,84 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons