Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1706
Título: Avaliação sobre a biodegradação de paclobutrazol utilizando culturas mistas de bactérias
Autor(es): Leitão Vaz, Fernanda
Palavras-chave: Compostos bioativos;Microbiologia
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Leitão Vaz, Fernanda; Maria Souto, Ana. Avaliação sobre a biodegradação de paclobutrazol utilizando culturas mistas de bactérias. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia de Produtos Bioativos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Paclobutrazol (PBZ) é um regulador do crescimento vegetal que permanece ativo no solo e pode afetar o crescimento e o desenvolvimento de plantios subseqüentes. O objetivo deste trabalho foi investigar a biodegradação deste composto por bactérias nativas de solos de duas regiões do semi-árido nordestino, Mandacaru e Bebedouro, com plantios de manga, com e sem histórico de aplicação de PBZ. As bactérias foram isoladas por enriquecimento e caracterizadas parcialmente. Os experimentos de biodegradação foram realizados em frascos utilizando-se culturas mistas de Pseudomonas spp., conforme o local de isolamento, em meio mineral, contendo apenas PBZ ou acrescido de glicerol ou glicose, como fonte de carbono, ou ainda adicionando-se duas linhagens bacterianas, uma de Streptomyces e outra Rhodococcus. Os frascos foram incubados a 30 0C sob agitação de 250 rpm, durante 30 dias, com a retirada de amostras em intervalos pré-definidos. As quantificações do crescimento e da biodegradação de paclobutrazol foram realizadas por espectroscopia a 420 nm e 221 nm, respectivamente. Nos experimentos utilizando apenas PBZ, como fonte de carbono, houve um significativo crescimento e a biodegradação alcançou seu valor máximo de 47 % em 20 dias de cultivo, quando foi utilizada a cultura mista composta pelas Pseudomonas spp., isoladas da região de Mandacaru sem histórico de aplicação de PBZ (MS). A esta cultura mista foram adicionadas linhagens de Streptomyces e de Rhodococcus, e foi observada uma inibição do crescimento e consequentemente da biodegradação. Nos experimentos utilizando PBZ e glicose, como fontes de carbono, o crescimento da cultura mista MS foi consideravelmente maior, não sendo, entretanto, verificado a biodegradação de PBZ. Por outro lado, quando foram utilizados PBZ e glicerol, o crescimento da cultura mista MS foi menor, mas ainda maior do que aquele obtido nos experimentos apenas com PBZ. A produção de biossurfactante nos experimentos utilizando PBZ e glicerol foi quantificada em 0,2 g/L, enquanto no experimentos com apenas PBZ como fonte de carbono, não foi verificada produção
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1706
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biotecnologia Industrial

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4527_1.pdf718,53 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.