Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16980
Título: O silência conivente: Estevão Pinto, Etnólogo: Trajetória intelectual e Opções Teóricas
Autor(es): ROCHA, José Maria Tenório
Palavras-chave: Estevão Pinto, Etnólogo; Trajetória Intelectual; Opções teóricas; Silêncio conivente
Data do documento: 1992
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Resgatar a obra de um dos pioneiros da antropologia no Brasil , tentando entender a importância de sua construção teórica , analisando-a no contexto social em que surgia e se enquadrava , verificando os conceitos que empregava, procurando equiparar aos conceitos acreditados no seu tempo/espaço, eis a problemática desta dissertação. Para a consecução deste objetivo, o estudo foi dividido em tres aspectos bastante integrados que são ; Trajetória intelectual , a Obra e a Bibliografia. No primeiro desses aspectos, traça-se a biografia do etnólogo, situando-o na sociedade e na cultura pernambucana e nordestina, observando especialmente a sua participação nesse contexto , como homem público e como cientista social. Em "A Obra" foram discutidos alguns dos problemas que giravam em torno, ou discordavam de sua ação como investigador social e mesmo do caráter logístico da construção de certas de suas pesquisas. Analisou-se sua obra etnológica , problematizando algumas de suas afirmações, pontos de vista e discordâncias. Na Bibliografia optou-se pela elaboração de um estudo analítico da maioria de suas obras, objetivando melhor compreensão e entendimento de suas elaborações teóricas. A escassez de dados sobre o estudioso não constituiu impecílio , tornou-se mais um desafio a ser vencido, para que tivéssemos um estudo claro e objetivo. Esta pesquisa deu possibilidade de desvendar questões mal entendidas,desfazendo enganos e preconceitos tidos como verdades indiscutíveis e a descortinar novos horizontes, trazendo luzes ao conhecimento da Históila da Antropologia em Pernambuco, com repercussões no Nordeste e no Brasil.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16980
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Antropologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
39R672s v.1 Dissertação.pdf8,77 MBAdobe PDFVer/Abrir
39R672s v.2 Dissertação.pdf6,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons