Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1696
Title: Análise proteômica do soro sanguíneo de ratos adultos submetidos à desnutrição neonatal
Authors: de Andrade Bezerra, Alice
Keywords: Desnutrição neonatal; soro sanguíneo; perfil proteômico; eletroforese bidimensional; tecnologia lab-on-a-chip
Issue Date: 31-Jan-2011
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Andrade Bezerra, Alice; Luiz de Lima Filho, José. Análise proteômica do soro sanguíneo de ratos adultos submetidos à desnutrição neonatal. 2011. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2011.
Abstract: Estímulos atuantes durante períodos fetal e neonatal desencadeiam modificações fisiológicas e metabólicas permanentes no indivíduo, fenômeno bastante estudado em Nutrição através de manipulação nutricional. Para pesquisa de alterações biomoleculares, o soro sanguíneo é fonte potencial de biomarcadores protéicos. Este estudo teve como objetivo avaliar os efeitos da desnutrição protéica neonatal sobre o perfil proteômico do soro sanguíneo de ratos adultos. Foram utilizados 8 ratos Wistar, machos, adultos, que foram divididos em 2 grupos, de acordo com a dieta disponibilizada do 1º ao 21º dia de vida (período de lactação): grupo nutrido (GN), formado por filhotes cujas mães receberam dieta com 17 % de caseína e grupo desnutrido (GD), no qual as mães alimentaram-se de dieta com 8 % de caseína. No período de reposição nutricional, a partir do desmame (22º dia), os filhotes passaram a receber dieta padrão normoprotéica. Os animais foram pesados diariamente durante aleitamento e, posteriormente, em dias alternados. Na idade adulta, a partir do 90º dia de vida, os animais foram anestesiados e submetidos à punção cardíaca para coleta de sangue (4mL). Após coagulação, este foi centrifugado, a camada de soro coletada e acondicionada a -20ºC. Alíquotas foram inicialmente diluídas (1:10) para análise eletroforética monodimensional pela tecnologia lab-on-a-chip, utilizando os kits Agilent Protein 80 e 230. Para análise bidimensional, proteínas presentes em 50 &#956;L de soro foram precipitadas em acetona, ressolubilizadas em solução (200 &#956;L) contendo uréia (7 M), tiouréia (2 M) e CHAPS (2 %), sendo 100 &#956;L da solução de proteínas reservados para 1ª dimensão (fitas de 13 cm, pH 3-10). A 2ª dimensão foi realizada em géis de poliacrilamida (10 %) que foram corados com Azul de Coomassie. Os spots detectados foram analisados em software específico. Para análise dos dados, utilizaram-se os testes t-Student e Mann-Whitney, considerando-se p&#8804;0,05. Animais GD apresentaram valores de peso corporal menores do que GN a partir do 5º dia de vida (GN: 12,55±3,35g e GD: 10,41±2,03g, p=0,0262), condição que permaneceu até o 90º dia (p<0,0007). Além disso, na idade adulta, apresentaram menor quantidade de faixas de pesos moleculares detectadas e aumento de concentração de proteínas de peso 32,92 a 32,34 kDa (GN: 6,3 ng/&#956;L e GD: 7,45 ng/&#956;L, p=0,041) no perfil monodimensional. Na análise bidimensional, observaram-se alterações aparentes nos tipos e intensidade de alguns spots. A desnutrição protéica neonatal ocasionou déficit permanente de peso corporal até 90º dia de vida e, no animal adulto, provocou modificações nos perfis proteômicos das amostras de soro analisadas. Em decorrência da administração de uma dieta hipoprotéica durante período crítico de desenvolvimento, modificações no proteoma podem ser correlacionadas a alterações metabólicas que, potencialmente, estejam associadas ao desenvolvimento de patologias no indivíduo adulto
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1696
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo2778_1.pdf2.41 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.