Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16955
Title: Screening das atividades antioxidantes e anticoagulantes de plantas do bioma Caatinga
Authors: MOURA, Priscilla Andrade de
Keywords: Caatinga;Plantas da Caatinga;Plantas medicinais
Issue Date: 9-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A Caatinga tem uma grande variedade de espécies vegetais, sendo muitas delas endêmicas e adaptadas às condições de estresse ambiental deste ambiente. Estudos recentes indicam algumas plantas da Caatinga como fontes promissoras de biomoléculas de interesse, incluindo compostos com atividade antimicrobiana, antioxidante, anticoagulante, entre outras. Deste modo, o objetivo deste trabalho foi avaliar a capacidade antioxidante e anticoagulante de plantas da Caatinga, frente a métodos de análise in vitro. As espécies Anadenanthera colubrina (Ac), Bowdichia virgilioides (Bv), Libidibia ferrea (Lf), Myroxylon peruiferum (Mp), Pityrocarpa moniliformis (Pm) (Fabaceae); e Buchenavia tetraphylla (Bt) (Combretaceae) foram coletadas no Parque Nacional do Catimbau (Pernambuco-Brasil) e suas folhas utilizadas para preparação de extratos orgânicos, utilizando-se os solventes diclorometano (DIC), tetrahidrofurano (THF) e acetona (ACE). Para avaliação do potencial antioxidante, os extratos foram submetidos aos seguintes ensaios in vitro: capacidade antioxidante total, sequestro dos radicais DPPH e ABTS+ e o ensaio de proteção de DNA, utilizando-se o reagente de Fenton. Para se avaliar o potencial anticoagulante, foram realizados os ensaios de e Tempo de Prototrombina (TP) Tempo de Ativação Parcial de Tromboplastina (TTPA). Além disso, foram determinados o perfil fitoquímico e o teor de compostos fenólicos totais dos extratos vegetais. Nos ensaios de capacidade antioxidante total, o melhor resultados foram obtidos nos extratos LfTHF (79,300 ± 3,19). Nos ensaios de captura dos radicais DPPH e ABTS+, as melhores porcentagens de inibição foram observadas em AcTHF, BtTHF, BtACE, LfTHF, LfACE, e PmTHF, que também apresentaram os melhores resultados nos ensaios de proteção de DNA. Os maiores teores de compostos fenólicos totais foram encontrados nos extratos obtidos a partir do THF para todas as plantas. Nos ensaios de atividade anticoagulante, os extratos PmTHF e PmACE alteraram o tempo de coagulação em ambos os ensaios realizados. O perfil fitoquímico evidenciou, principalmente, a presença flavonoides, derivados cinâmicos, terpenos e protoantocianidinas, principalmente nos extratos THF e acetônicos. Os resultados obtidos mostram que os solventes tetrahidrofurano e acetona são capazes de extrair das plantas compostos com importantes atividades biológicas, como antioxidante e anticoagulante. As folhas de Anadenanthera colubrina, Libidibia ferrea e Pityrocarpa moniliformis apresentam alto potencial antioxidante em ensaios in vitro, enquanto as folhas de Pityrocarpa moniliformis apresentam potencial para o fornecimento de compostos com atividade anticoagulantes.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16955
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação de Mestrado.Priscilla Andrade de Moura.pdf2.86 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons