Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16554
Título: O entorno de monumentos e a conservação urbana: uma contribuição para a integridade
Autor(es): Leal, Thalianne de Andrade
Palavras-chave: Entorno; Integridade; Permanências e mudanças; Buffer zone; Integrity; Change and permanence
Data do documento: 30-Jun-2011
Editor: UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
Resumo: O rápido e intenso desenvolvimento urbano atual vem impondo ao campo da Conservação dos monumentos novas inquietações. A tentativa de conciliação entre arquitetura contemporânea, a integridade dos monumentos e o desenvolvimento urbano está presente na pauta de especialistas preocupados com o impacto de novas estruturas sobre as heranças urbanas. Aos bens inscritos ou tombados pelos órgãos da preservação já são garantidas medidas de salvaguarda, com isso a preocupação foca-se em seu entorno. Apesar da recorrente indicação de que o entorno é parte importante para a compreensão das informações do bem ao contribuir com a manutenção da sua integridade, poucas medidas o definiram conceitualmente e não chegaram a efetivar uma metodologia que possibilitasse sua delimitação. A partir da discussão dos conceitos e de experiências de delimitação do entorno, foi adotada neste trabalho a investigação sobre as dificuldades que tardam a sua efetividade como ferramenta do campo da Conservação. Optou-se por focar no entorno de bens arquitetônicos situados em território urbano, opção esta que ligou à discussão ao território das cidades, aos seus atores, instrumentos normativos e interesses. Sendo o ambiente urbano alvo de constantes mudanças e permanências, a efetividade do entorno parte do acompanhamento das tendências para alteração da composição morfológica e dos seus atributos ao longo do tempo, os quais têm interferência sobre a continuidade na transmissão das informações dos bens. Interesses diversos sobrepõem-se nas cidades, e muitos deles dificultam as ações da Conservação. São destacadas também as dificuldades de integração entre instituições e instrumentos para a utilização da ferramenta. Compreendidas as dificuldades e sanadas as lacunas, o entorno pode efetivar-se como uma ferramenta auxiliar contra as investidas de modificações na proximidade de monumentos e contribuir para a manutenção da sua integridade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16554
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Física

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO - Thalianne de Andrade Leal.pdf2,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons