Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16512
Title: Estudo da dinâmica da zona de espraiamento da praia de Boa Viagem através de vídeo imagens
Authors: FERREIRA JUNIOR, Cícero Vicente
Keywords: Geociências;Máximo espraiamento;Ondas;Recifes;Banda incidente
Issue Date: 30-Jul-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Praias são ambientes onde ocorrem constantes modificações em diferentes escalas de tempo. Estas, por sua vez, são resultado dos processos de diferentes origens que convergem neste ambiente. Assim, a zona de espraiamento é considerada a sub-região mais dinâmica dentre as regiões que compreendem a praia, sendo responsável pela variação e modelagem que ocorre desde a linha de costa até feições mais externas. O estudo hora apresentado é resultado de um experimento realizado durante três dias na praia de Boa Viagem (Recife – PE), onde a presença de bancos de arenito influencia diretamente o comportamento das ondas em sua propagação. Foram utilizados dados obtidos in situ com equipamentos ADCP em conjunto com o sistema de vídeo imagens Argus. Com isto, a partir de séries temporais de intensidade luminosa foram registradas em sete linhas de imagens empilhadas (stack) obtendo dados relativos a respeito das condições de quebra, máximo do espraiamento (runup), frequência de ondas, energia de densidade espectral, períodos significante e de pico, modulação da maré, influência dos recifes e sua relação com ondulação incidente. Os resultados demonstraram variação da maré entre 0,2 a 2,3 metros, ondas entre 0,2 a 2,4 metros, períodos tiveram média entre 11 a 16 segundos, e densidade espectral em bandas mais energéticas (infragravidade) e menos energéticas (incidente). O máximo energético acontece na preamar quando ocorre a saturação da face de praia por água. Na baixa-mar foi observado que poucas ondas ocorrem no espraiamento, entretanto, os espectros demonstraram que as ondas atuantes nesta etapa possuem maior energia dentro de uma amostragem incidente. Desse modo, considerando a posição das estruturas na praia, quanto mais próximo da região onde as ondas alcançam a costa (arrebentação), maior será sua influência sobre as ondas, sendo este um fator determinante não apenas no comportamento das ondas, mas também no comportamento das ondas. A presença destas estruturas é determinante de tal maneira que, em alguns casos, se mostraram responsáveis pela geração de ondas estacionárias e de borda, resultado da refração que ocorre da incidência longitudinal que modificando a energia da banda no espraiamento, o que irá influenciar na dinâmica praial, isto é comprovado pela densidade espectral, período, variação da maré e excursão do runup obtidos neste estudo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16512
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação.pdf4.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons