Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16396
Título: Adaptação Trascultural e Validação da Escala de Gravidade e Prurido em Crianças e Adolescentes com Dermatite Atópica para Português e Cultural Brasileira
Autor(es): BRUSCKY, Dayanne Mota Veloso
Palavras-chave: Tradução; Prurido; Dermatite Atópica; Pré-escolar; Criança; Adolescente; Translating; Pruritus; Atopic eczema; Preschool child; Child; Adolescent
Data do documento: 29-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A dermatite atópica acomete em torno de 10% da população pediátrica no mundo e causa importante interferência negativa na qualidade de vida relacionada à saúde dos pacientes e seus familiares principalmente relacionada ao prurido. É recomendada a utilização de pelo menos dois instrumentos para medir adequadamente este sintoma e, no Brasil, dispomos atualmente apenas da escala visual analógica. O objetivo deste estudo foi realizar a adaptação transcultural e validação para português (cultura brasileira) da Itch Severity Scale, instrumento para medir a gravidade de prurido. Trata-se de estudo metodológico de validação de instrumento. Baseado nos protocolos propostos por Beaton et al. (2010) e Reichenheim e Moraes (2007) para obter as equivalências conceitual, de itens, semântica, operacional e de mensuração. Participaram do estudo 7 alergologistas, 3 professores de inglês, 1 professor de linguística, 1 professor com experiência em validação de instrumento, 42 responsáveis por portadores de dermatite atópica entre 02 a 18 anos incompletos de idade e 42 responsáveis por crianças de mesma faixa etária sem doença cutânea pruriginosa. Resultados da escala foram comparados com gravidade da dermatite atópica e controle da doença, e entre os dois grupos. Da população selecionada, 98,8% participaram e 100% das questões da escala foram respondidas. Houve clareza das questões maior que 90%. A Escala de Gravidade de Prurido mostrou forte correlação positiva com a gravidade da dermatite atópica (índice de Pearson 0,74 p<0,001) e boa correlação com o controle da dermatite (coeficiente de correlação ponto-bisserial 0,65 p<0,001). Foi demonstrada ótima consistência interna (alfa de Cronbach 0,96) e adequada reprodutibilidade pela concordância do teste e reteste (coeficiente de correlação intraclasse variando de 0,89 a 0,99 com IC95% e p<0,001. A Escala de Gravidade de Prurido (ISS-Ped) apresentou-se viável, válida e confiável, podendo ser utilizada no Brasil para avaliar a gravidade do prurido em crianças e adolescentes com dermatite atópica, permitindo comparações na prática clínica e entre pesquisas de diferentes centros.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16396
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DAYANNE MOTA VELOSO BRUSCKY DISSERTAÇÃO 2015.pdf1,43 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons