Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16261
Título: O cinema como objeto de saber/poder no currículo da educação básica da rede pública de ensino da cidade do recife
Autor(es): SILVA, Maria Do Rozário Azevedo Da
Palavras-chave: Discurso curricular;Cinema e pensamento;Teoria pós-crítica do currículo;Cinema e educação;Discours curriculaire;Cinéma et pensée;Théorie post-critique du curriculum;Cinéma et éducation
Data do documento: 21-Mai-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A presente pesquisa teve como foco de análise o cinema como objeto de saber/poder no currículo da Educação básica da Rede Pública de Ensino da cidade do Recife nos anos 2006-2008. Nossa questão de pesquisa foi orientada para responder sobre quais discursos epistemológicos e pedagógicos engendraram o cinema como um problema relativo ao currículo escolar da Rede Municipal do Recife nos anos recentes, assim como, de que forma foram estabelecidos esses discursos e como se estatuíram enquanto saber curricular. Elegemos para nossa discussão teórico-metodológica versões da teoria pós-crítica do currículo associadas à formulação Cinema como Pensamento, em Deleuze. Nossa análise foi desenvolvida na perspectiva da Análise do Discurso, de Michel Foucault, com enfoque na análise da Função Enunciativa desses discursos. A Rede Municipal de Ensino do Recife e o Serviço Social do Comércio – SESC são entendidos como lugares institucionais que têm o status para dizer sobre como deve ser a atribuição curricular que tem o cinema como um dos saberes a ser ensinado. Nesse sentido, compusemos nosso arquivo de análise com: a Proposta pedagógica da Rede Municipal do Recife – PCR; Relatórios de gestão dos anos 2005 a 2008; correspondências eletrônicas entre o SESC e a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer – SEEL, no período de 2006 a 2008, e materiais didático-pedagógicos produzidos pelo SESC para o projeto A Escola vai ao cinema. A articulação de nosso aporte teórico e metodológico nos possibilitou identificar quais condições de produção dos discursos sobre o cinema no campo do currículo estão condicionadas à existência de um discurso pedagógico sobre educação e cinema em circulação, um cenário discursivo favorável à produção cinematográfica nacional e sua relação com identidades sociais e culturais, à existência de projetos de parceria e uma materialidade discursiva.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16261
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Educação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
O CINEMA COMO OBJETO DE SABERPODER NO CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO .pdf11,91 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons