Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16196
Title: Caracterização petrográfica do intervalo siliciclástico do sistema lacustre do Andar Alagoas (aptiano) da Bacia de Jatobá, NE do Brasil
Authors: MENEZES FILHO, José Acioli Bezerra de
Keywords: Geociências.; Intervalo siliciclástico; Sistema Lago; Bacia Jatobá.
Issue Date: 27-Apr-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Esta dissertação teve como objetivo principal a caracterização petrográfica do intervalo siliciclástico (fácies arenosas) da sequência lacustre aptiana do Andar Alagoas da Bacia de Jatobá, que compreende as formações Crato (Grupo Santana) e Marizal. Foram coletadas, minuciosamente, 15 amostras para elaboração de lâminas delgadas, sendo todas procedentes do poço estratigráfico 2-JSN-01-PE. Todas as amostras coletadas são de arenitos ou arenitos siltosos. O estudo mostrou que macroscopicamente os arenitos são finos a muito finos e médios em pouca proporção, micáceos (rico em biotita), moderadamente a bem selecionados, subangulosos a subarredondados, empacotamento fechado a frouxo e com cimentação predominantemente carbonática (calcita). Ao microscópio petrográfico, os arenitos são predominantemente quartzarenitos, secundariamente subarcóseos, moderadamente selecionados a mal selecionados, com textura laminada e compacta, grãos majoritariamente subarredondados a subangulosos, empacotamento normal dominando e com cimento carbonático presente (calcítico) em quase 100% das amostras estudadas. Os grãos de quartzo monocristalino com extinção ondulante predominam em relação aos monocristalinos de extinção reta e policristalinos, nestes arenitos. O feldspato plagioclásio é mais frequente que os feldspatos potássicos (ortoclásio e microclina), como também a biotita é bem mais numerosa que os minerais de muscovita. Os minerais acessórios, como zircão, turmalina e titanita ocorrem em proporções variadas junto com os óxidos e hidróxidos de ferro e pirita. Os fragmentos minerais identificados, a partir das observações dos arenitos, indicam que foram originados em regiões cratônicas com áreas fontes próximas da área de deposição. A avaliação destas rochas mostra que estes corpos rochosos identificados, ao longo do poço estratigráfico, foram originados em um ambiente de águas tranquilas com incursão de material siliciclásticos, o qual fornece um padrão de empilhamento alternado de rochas arenosas, pelíticas e carbonáticas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16196
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geociências

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Disertação de Mestrado - José Acioli B. de Menezes Filho - UFPE (Geologia).pdf11.65 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons