Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16119
Título: Análise da correlação entre produção científica, conhecimento inovador e impacto tecnológico nas Universidades Federais com investimento na infraestrutura da pesquisa
Autor(es): MELO, Natasha de Faria Neves
Palavras-chave: CT-Infra; Fundos Setoriais; Indicadores; Infraestrutura; Indicators; Infrastructure; Sector Funds
Data do documento: 25-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Os fundos setoriais voltados para ciência e tecnologia são importantes suportes para o sistema nacional de inovação brasileiro. O investimento público em ciência e tecnologia é de fundamental importância para o desenvolvimento econômico, social e regional, principalmente quando os resultados da produção científica são repassados à sociedade. Em países com sistemas nacionais de inovação ainda incipientes, como é o caso do Brasil, os investimentos realizados pelo setor público para o desenvolvimento científico e tecnológico assumem relevância em relação aos baixos aportes efetuados por empresas privadas. Portanto, o objetivo da pesquisa é analisar a correlação da produção científica, conhecimento inovador e impacto tecnológico, gerados nas Universidades Federais, com investimento de recursos do Fundo Setorial CT-Infra para desenvolvimento da pesquisa e da pós-graduação. Neste estudo foram utilizados dados secundários disponibilizados pela FINEP e indicadores de análise disponibilizados pela plataforma SCIMAGOIR, consolidados à luz da teoria Schumpeteriana. O estudo também corrobora com a consolidação da cultura de inovação no país e valorização das políticas governamentais de incentivo à inovação. A pesquisa e a pós-graduação têm forte apelo para o desenvolvimento econômico, social e regional, tornando as Universidades Federais participantes naturais do sistema brasileiro de inovação e captadoras dos Fundos Setoriais. Após a utilização da análise de regressão linear simples entre cada par de varáveis, tomando-se os valores dos investimentos em infraestrutura por cada ano, variável independente, sendo aqui considerados os anos de 2005, 6, 7, 8, 9 e 10 para 52 instituições objeto do estudo obtendo-se a correlação com produção científica, conhecimento inovador, impacto tecnológico de 4 anos à frente, no caso 2009, 10, 11, 12, 13 e 14. Os resultados obtidos indicam a existência de uma correlação que varia entre moderada e forte para investimento executado em infraestrutura e produção científica, moderada para investimento executado em infraestrutura e conhecimento inovador e por fim uma baixa correlação para investimento executado em infraestrutura e impacto tecnológico.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/16119
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MPANE-NATASHA- Dissertação -2015.pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons