Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1605
Título: A Restrição da atividade física em crianças e adolescentes asmáticos
Autor(es): ASSIS, Fabianne Maisa de Novaes
Palavras-chave: Asma;Asma induzida por exercício;Broncoespasmo induzido por exercício: Atividade física;Percepção
Data do documento: 31-Jan-2010
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maisa de Novaes Assis, Fabianne; Ângelo Rizzo, José. A Restrição da atividade física em crianças e adolescentes asmáticos. 2010. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Resumo: A prática de atividades físicas (AF) por crianças e adolescentes asmáticos é considerada essencial não apenas pelos benefícios físicos, psíquicos e sociais, mas também como parte do tratamento da própria asma e deve ser estimulada pelos profissionais de saúde e orientada aos pais e cuidadores. Apesar disso, muitas crianças e adolescentes asmáticos são considerados pouco ativos e vários fatores têm sido apontados. A opinião dos próprios pacientes, assim como a dos pais, cuidadores e professores de que os exercícios podem ser prejudiciais e a falta de conhecimento e informações precisas sobre a doença parece afetar diretamente a participação de crianças e adolescentes com asma em atividades físicas. Os pais, em especial as mães, a despeito de exercerem um papel fundamental no incentivo dos filhos para o desenvolvimento de uma vida ativa e saudável, podem exercer influência determinante na inatividade dessas crianças ao restringirem, consciente ou inconscientemente, sua participação em AF. Esta dissertação apresentará uma revisão narrativa da literatura sobre a asma induzida por exercício (AIE), a percepção dos sintomas em asmáticos, os benefícios e fatores limitantes da atividade física nestes indivíduos e as implicações do diagnóstico da AIE baseado apenas na sintomatologia. O segundo, um artigo original, apresenta os resultados da investigação sobre a prevalência da restrição materna para a AF dos filhos asmáticos atendidos em serviço público, dos fatores associados a essa restrição e sua conseqüência para as atividades físicas dos pacientes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1605
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2879_1.pdf1,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.