Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1602
Title: Purificação parcial de colagenase produzida por Penicillium aurantiogriseum URM4622 utilizando sistema de duas fases aquosas PEG-fosfato
Authors: Ubertino Rosso, Bruno
Keywords: Colagenases;Penicillium;SDFA;PEG/Fosfato;Desenho Experimental
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Ubertino Rosso, Bruno; das Graças Carneiro da Cunha, Maria. Purificação parcial de colagenase produzida por Penicillium aurantiogriseum URM4622 utilizando sistema de duas fases aquosas PEG-fosfato. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: As colagenases são enzimas, obtidas a partir de procariotos e eucariotos, que clivam a cadeia protéica do colágeno em pH e temperatura fisiológicos. Estas enzimas são empregadas em diversas aplicações industriais com destaque para a indústria farmacêutica, onde são aplicadas no tratamento médico de feridas, cicatrizes e queimaduras. A proposta para a utilização do sistema de duas fases aquosas (SDFA) é devido à alta relação custo-benefício, baixa tensão interfacial, fácil escalonamento e a sua capacidade de purificar uma proteína em um ambiente rico em água (80-90%), o que favorece a estrutura protéica e retém assim a sua atividade biológica após purificação. Este trabalho visa à purificação de colagenase produzida por Penicillium aurantiogriseum (URM-4622) utilizando SDFA PEG/fosfato. O planejamento experimental (23) foi usado para selecionar as variáveis significativas no processo de purificação, e a massa molar do PEG (MMPEG), concentração do PEG (CPEG) e concentração do fosfato (CFOS) foram as variáveis estudadas. O sistema de duas fases aquosas foi composto de PEG 550, 1500 e 4000 g/mol nas concentrações de 15, 17,5 e 20% (m/m) e concentrações de fosfato de 12,5, 15 e 17,5% (m/m). As variáveis de resposta escolhidas foram: coeficiente de partição (K), rendimento de atividade (Y) e fator de purificação (PF). Os dados e gráficos obtidos passaram por análise estatística. Observou-se que PEG de massa molar 550 (g/mol) em concentração de 20% (p/p), concentração de fosfato 17,5% (p/p) e pH 6.0 foram as melhores condições para purificação de colagenase. Estas condições geraram um coeficiente de partição de 1,01, um rendimento de atividade de 242% e fator de purificação de 23,5. Os resultados mostraram que SDFA foi seletivo para colagenase e esta enzima particionou para a fase rica em polímero
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1602
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3089_1.pdf752.33 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.