Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1589
Title: Caracterização da acetilcolinesterase cerebral do tambaqui (Colossoma macropomum) e efeito de pesticidas organofosforados e carbamatos sobre sua atividade
Authors: Rodrigo Dias de Assis, Caio
Keywords: Peixe; Tambaqui Colossoma Macropomum; Acetilcolinesterase; Biomarcador; Carbamatos; Organofosforados
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Rodrigo Dias de Assis, Caio; de Souza Bezerra, Ranilson. Caracterização da acetilcolinesterase cerebral do tambaqui (Colossoma macropomum) e efeito de pesticidas organofosforados e carbamatos sobre sua atividade. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Organofosforados e carbamatos são as principais classes de pesticidas no mercado mundial. Sua rápida degradação e baixa estabilidade no meio ambiente fizeram com que substituíssem rapidamente outras classes importantes. Todavia, sua alta toxicidade em relação aos mamíferos e outros organismos não-alvo aliada às grandes quantidades utilizadas constituem uma ameaça à saúde humana e ambiental. O modo de ação de ambas as classes baseia-se na inibição de enzimas colinesterases. Metodologias vêm sendo desenvolvidas utilizando colinesterases de organismos aquáticos para detectar a presença de pesticidas em amostras ambientais, uma vez que seus habitats são constantemente contaminados por esses compostos. Neste trabalho, a acetilcolinesterase presente no extrato bruto (AChE; EC 3.1.1.7) de cérebro de tambaqui (Colossoma macropomum) foi exposta a concentrações de 0,001 a 10 ppm de um pesticida comercial, cujo princípio ativo é o organofosforado diclorvós. Os resultados demonstraram inibição de aproximadamente 18% da atividade enzimática referente à concentração de 0,01 ppm (0,0452 μmol/L) do princípio ativo. Em seguida, a enzima foi caracterizada e exposta a cinco pesticidas organofosforados e dois carbamatos: diclorvós, diazinon, clorpirifós, temefós, TEPP, carbaril e carbofuran, respectivamente. Foram determinados parâmetros físico-químicos e cinéticos como pH ótimo (7,0 a 8,0), temperatura ótima (40 a 45ºC) e estabilidade térmica (60% da atividade retida até 50ºC). As concentrações dos pesticidas foram de 0,001 a 10 ppm. A concentração de 0,001 ppm causou decréscimo na atividade enzimática em 34,4% (dichlorvos), 17,1% (clorpirifós) e 16,3% (carbofuran). A CI50 estimada para cada composto foi 0,0451 μmol/L (diclorvós), 7,583 μmol/L (clorpirifós), 3,734 μmol/L (TEPP), 33,86 μmol/L (carbaril), 0,9202 μmol/L (carbofuran). Esses resultados contribuem para a determinação de condições ótimas experimentais e sugerem a utilização da acetilcolinesterase de tambaqui no monitoramento ambiental de alguns desses pesticidas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1589
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo3083_1.pdf3.76 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.