Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1579
Título: Integração Brasil-Índia na economia do conhecimento: estudo comparativo entre ação política da Softex e da Nasscom nos respectivos sistemas nacionais de inovação.
Autor(es): SILVA, Marconi Aurélio e
Palavras-chave: Software; TIC; IBAS; Sistema Nacional de Inovação; Tecnologia e Inovação; Políticas de Ciência; Economia Política Internacional
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Aurélio e Silva, Marconi; Ferreira da Costa Lima, Marcos. Integração Brasil-Índia na economia do conhecimento: estudo comparativo entre ação política da Softex e da Nasscom nos respectivos sistemas nacionais de inovação.. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência Política, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: Após a era da Revolução Digital e da financeirização global, sobretudo a partir dos anos 1970, vê-se surgir um novo paradigma produtivo baseado, principalmente, na informação e no conhecimento intensivos. O advento da Economia do Conhecimento passou a demandar uma sempre crescente requalificação da massa trabalhadora para manter-se competitiva e partícipe no mercado produtivo. A presente dissertação reúne dados acerca das Tecnologias de Informação e Comunicação brasileiras e indianas, enfatizando que o estágio de desenvolvimento de ambas nações no setor de software é decorrente: (1) das Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação adotadas pelos respectivos Estados, sobretudo a partir da segunda metade do século passado; (2) da capacidade de articulação política da indústria de informática local (SOFTEX e NASSCOM); e, (3) da efetiva participação das instituições de Pesquisa e Desenvolvimento no processo inovativo. No ano de 2003, foi firmado um convênio de cooperação entre Índia, Brasil e África do Sul (quando se criou o Fórum IBAS), visando à formação de um novo eixo de livre comércio, intitulado Sul-Sul . A iniciativa inovadora reúne países em via de desenvolvimento em prol de benefícios comuns no cenário internacional. Entretanto, algumas áreas são concorrentes e estratégicas, como o domínio da tecnologia de software. O presente estudo busca analisar o cenário desse setor e propor, enfim, uma agenda para integração Brasil-Índia, apontados como principais potências mundiais até 2050, junto à China e Rússia
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1579
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência Política

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4887_1.pdf2,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.