Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1575
Title: Indução de mutação em feijão-caupi [Vigna unguiculata (L.) Walp., cultivar BR-14 mulato, visando à obtenção de mutantes tolerantes à salinidade
Authors: Millena de Arruda Azevedo, Hayana
Keywords: Mutagênese in vitro;Cultura de tecidos;Raios gama;Leguminosas
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Millena de Arruda Azevedo, Hayana; Maria Benko Iseppon, Ana. Indução de mutação em feijão-caupi [Vigna unguiculata (L.) Walp., cultivar BR-14 mulato, visando à obtenção de mutantes tolerantes à salinidade. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Dentre os feijões cultivados, o feijão-caupi [Vigna unguiculata (L.) Walp.] se destaca pelo alto conteúdo protéico e pela capacidade de crescer em condições adversas. Sendo assim, esta espécie se tornou uma das culturas de subsistência mais importantes para a população do agreste nordestino. No entanto, a salinização dos solos, devido à irrigação inadequada, tem provocado além de crescentes problemas ambientais, a redução da produtividade de várias espécies vegetais, inclusive a do feijão-caupi. Sendo assim, o uso de técnicas biotecnológicas, como a mutagênese in vitro, mostra-se como alternativa para o desenvolvimento de novas cultivares. Com a finalidade de produzir variedades de feijão-caupi tolerantes à salinidade, a indução de mutação in vitro com uso de raios gama foi aplicada no presente trabalho. Foi escolhida a cultivar BR14-Mulato por ter sido aquela que em estudos primários mostraram satisfatória capacidade regenerativa in vitro tratando-se de importante cultivar para a agricultura do Nordeste brasileiro. O segundo passo foi estabelecer um protocolo apropriado para pressão de seleção in vitro das sementes irradiadas através da determinação da concentração de NaCl que inibisse a regeneração, fazendo-se uso das concentrações de 172 mM (1% - Tratamento 1), 258 mM (1,5% - Tratamento 2), 344 mM (2% - Tratamento 3) e 0 mM (Tratamento Controle), chegando-se, então, à conclusão de que a concentração de 172 mM seria a mais apropriada. Por fim, sementes foram irradiadas com três doses de radiação gama (100 Gy, 150 Gy e 200 Gy), além do material controle (0 Gy), e seus tecidos foram isolados e inoculados in vitro, simultaneamente, em meios de cultura com e sem sal. Como resultado, foi obtido um possível variante somaclonal advindo de material não irradiado (0 Gy) e inoculado em meio não seletivo, sendo transferido, posteriormente, para meio contendo NaCl, sobrevivendo a este. Outro resultado de grande importância foi a obtenção de um provável mutante sólido provocado pela dose de 150 Gy que, inicialmente, formou calo embriogênico na ausência de NaCl, sendo posto sob pressão de seleção na etapa conseguinte e, após verificada a possível mutação, retirado da condição de salinidade e preparado, através da indução de enraizamento, para futuras análises em campo e molecular. Os resultados obtidos forneceram subsídio com o desenvolvimento de protocolos bem estabelecidos para estudos posteriores de regeneração e indução de mutação in vitro, com os prováveis mutantes (induzidos ou espontâneos) oferecendo possibilidade de geração de variedade tolerante à salinidade
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1575
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1562_1.pdf1.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.