Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1552
Title: Atividade antagônica da cultura de Saccharomyces cerevisiae UFPEDA 1015 sobre Escherichia coli : Estudo do potencial probiótico
Authors: AZEVEDO, Denise Patricia Lins de
Keywords: Biotecnologia;Compostos Orgânicos
Issue Date: 2005
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Patricia Lins de Azevedo, Denise; Camelo Pessoa de Azevedo Ximenes, Eulália. Atividade antagônica da cultura de Saccharomyces cerevisiae UFPEDA 1015 sobre Escherichia coli : Estudo do potencial probiótico. 2005. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia de Produtos Bioativos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2005.
Abstract: No Brasil, o aumento no isolamento de microrganismos resistentes aos antimicrobianos e a freqüente incidência de diarréias causadas por linhagens patogênicas de Escherichia coli ocasionam elevados gastos com hospitalização. Estes fatores têm contribuído para que vários pesquisadores busquem formas alternativas no tratamento das doenças infecciosas. Visando um provável uso de Saccharomyces cerevisiae UFPEDA 1015 como probiótico, a capacidade antagonista desta levedura sobre o crescimento das linhagens de E. coli UFPEDA 84, da coleção de cultura do Departamento de Antibióticos, LBFM10, produtora de &#946;- lactamase e uma do sorotipo entero-hemorrágica O157:H7 foi investigada. Os resultados foram comparados aos obtidos para a levedura Saccharomyces boulardii 17, cientificamente reconhecida como probiótica. Nos ensaios para avaliação do antagonismo microbiano, foram utilizadas culturas de E. coli e Saccharomyces, padronizadas em 106 e 107 UFC/mL, respectivamente. A inibição do crescimento da cultura bacteriana foi avaliada através da enumeração das células viáveis durante o período de 24 horas de incubação a 35ºC. Em todos os ensaios foram observadas reduções significativas (p<0,001) das culturas bacterianas. Ao término do experimento foram obtidas reduções superiores a 2,5 log10 UFC/mL, para E. coli UFPEDA 84 e 2,0 Log10 UFC/mL, para o sorotipo entero-hemorrágico O157:H7 e para a linhagem produtora de &#946;-lactamase. O caráter antagonista de S. cerevisiae UFPEDA 1015 sugere seu uso potencial no tratamento de diarréias causadas por E. coli, entretanto estudos adicionais para caracterização definitiva como probiótico são necessários
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1552
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biotecnologia Industrial

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4472_1.pdf646.15 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.