Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15494
Title: Agile governance theory
Authors: LUNA, Alexandre José Henrique de Oliveira
Keywords: Sistemas de Informação;Governança Ágil.;Gerenciamento de TI.;Gerenciamento de Projetos.;Engenharia de Software.
Issue Date: 7-Aug-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Contexto: Competitividade é a chave para um desenvolvimento sustentável e isso demanda agilidade aos níveis organizacional e de negócio, o que por sua vez requer um flexível e customizável ambiente de Tecnologia da Informação (TI), bem como uma governança efetiva e responsiva com o objetivo de entregar valor mais rápido, melhor e mais barato ao negócio. Objetivo: Esta tese de doutorado descreve a pesquisa conduzida para analisar e melhor entender este contexto, e da qual resulta uma teoria para analisar e descrever governança ágil (GA). Assume-se que uma vez que os fenômenos de governança ágil são mais bem entendidos, por meio do mapeamento de suas construções, mediadores, moderadores e fatores perturbadores, esta realização pode ajudar pessoas e organizações a alcançar melhores resultados em sua aplicação: reduzindo custo e tempo, bem como aumentando a qualidade e a taxa de sucesso de sua prática. Método: Foi conduzida uma revisão sistemática da literatura sobre o estado da arte da governança ágil, conjuntamente com observação e interação com grupos profissionais baseados em redes sociais, e entrevistas semiestruturadas com agentes representativos dos fenômenos em estudo. Foram aplicados métodos comparativos e estruturalistas de procedimento e utilizadas algumas técnicas de Grounded Theory para sintetizar os dados coletados. A teoria emergente foi formatada pelo método quantitativo de Dubin de construção de teorias para disciplinas aplicadas, e, operacionalizada para teste, por meio de Modelagem de Equações Estruturais (SEM). Resultados: Como resultado, pôde-se oferecer a caracterização dos fenômenos, uma convergente definição de governança ágil, seis meta-princípios, nove meta-valores e um mapa de descobertas organizado por tópico e classificado por relevância e convergência. Foi desenvolvido um framework conceitual da teoria, abrangendo: seus construtos, leis de interação, fronteiras e estados de sistema. Além disso, a teoria emergente foi também operacionalizada: identificando suas proposições, derivando os indicadores empíricos de seus construtos, e estabelecendo hipóteses testáveis para acessar a plausibilidade da teoria através de um estudo empírico, por meio de um survey explanatório com agentes representativos dos fenômenos em estudo. Obteve-se uma taxa de resposta global de 29,4% (resultando de da participação de 281 respondentes de 956 convidados), bem como uma taxa de resposta efetiva de 12,3% (resultando em 118 casos válidos para análise estatística, possuindo uma ampla cobertura geográfica internacional). Os resultados da Análise Fatorial Confirmatória (CFA) e a Análise SEM apontaram para plausibilidade da teoria, seus componentes e hipóteses. Conclusão: Os resultados apresentaram evidências da plausibilidade da teoria, indicando que estudos adicionais são necessários para alcançar uma teoria confiável para analisar e descrever os fenômenos de governança ágil. Ao mesmo tempo, lições aprendidas derivadas desta pesquisa, sobre a amplitude dos fenômenos sobre estudo e da particularidade de cada grupo amostral, sugerem que o instrumento de coleta de dados deve ser adaptado de acordo com: (i) cada contexto organizacional, (ii) cenário teórico adequado, e (iii) escala de caos e ordem, procurando obter dados mais precisos para analisar sua: generalização, causalidade, explicação dos fenômenos e previsões. Espera-se que a teoria emergente possa prover algumas introspecções para entender os fenômenos de governança ágil, e consequentemente ajudar a alcançar a fluência necessária nesta área do conhecimento, a fim de trazê-la para um novo nível, acelerando o seu desenvolvimento por estudiosos e praticantes. Eventualmente, realizamos melhorias e adições às abordagens metodológicas para pesquisas exploratórias qualitativas e quantitativas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15494
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Alexandre Luna_2015_v0.735_ReenviadaBC-UFPE_Open (1).pdf19.5 MBAdobe PDFView/Open    Request a copy


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons