Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15415
Título: Influência de uma política de remuneração variável na governança de tecnologia da informação: na percepção dos servidores
Autor(es): MONTEIRO, Mônica Maria de Souza
Palavras-chave: Governança de TI.; Gestão de pessoas.; Motivação.; Remuneração por desempenho.; Indicadores de desempenho.
Data do documento: 26-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa visou identificar a percepção de servidores públicos, lotados em unidades de Tecnologia da Informação (TI) de instituições do Poder Judiciário Federal, acerca da adoção de uma política de remuneração variável, cujo pagamento seria condicionado ao alcance de metas, associadas aos objetivos estratégicos da TI. O estudo focaliza as possíveis influências de uma política dessa natureza no desempenho dos servidores com relação à consolidação do uso de boas práticas de Governança de Tecnologia da Informação (GTI). Além disso, o estudo contextualiza a adoção do modelo gerencial no Judiciário brasileiro a partir da criação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), órgão de controle interno que instituiu programas de metas de desempenho para os tribunais e publicou normas que determinam a implantação e o fomento de processos que possibilitem a boa GTI. Dentre as normas estudadas, o estudo destaca aquelas que tratam do Planejamento Estratégico Institucional (PEI) e o Planejamento Estratégico de TI (PETI), no qual os órgãos formalizam seus objetivos estratégicos de TI e os respectivos indicadores de desempenho. Trata-se de uma pesquisa de caráter exploratório com um enfoque qualitativo e quantitativo, com pesquisa documental e bibliográfica. O levantamento de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário eletrônico, composto por questões abertas e fechadas. contou com a participação de 88 servidores públicos, dentro do universo dos 190 funcionários lotados nas unidades de TI dos tribunais federais sediadas em Recife/PE. A análise dos dados sugere que nas três instituições existem lacunas com relação ao conhecimento dos servidores de TI sobre o direcionamento estratégico da instituição e da própria unidade de TI, sinalizando que políticas de incentivo à governança e gestão estratégica seriam bem-vindas nesses órgãos. O estudo constatou, ainda, que na visão dos servidores os indicadores estratégicos de TI são adequados para a mensuração do trabalho de equipes. Verificou-se que uma política de remuneração variável do tipo bônus de desempenho vinculado ao alcance de metas de equipes influenciaria positivamente a motivação dos servidores e contribuiria para a consolidar as práticas de GTI, bem como aumentaria o incentivo para o trabalho e traria uma maior percepção de justiça na remuneração.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15415
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Gestão Pública para o Desenvolvimento do Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monteiro_MMS_Influencia_Remuneracao_Variavel_GTI_PercepcaoServidores.pdf7,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons