Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15377
Título: O CICLO JUNINO E AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DO NORDESTE BRASILEIRO: um estudo de reconstrução da memória por meio da produção musical de Luiz Gonzaga
Autor(es): MARINHO, Andréa Carla Melo
Palavras-chave: Ciência da Informação.; Música.; Memória.; Festas Populares.; Luiz Gonzaga.
Data do documento: 23-Fev-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A pesquisa tem como objeto de estudo a produção musical de Luiz Gonzaga referente ao ciclo junino. Tal abordagem admitiu um conjunto de elementos de um fenômeno social que se configura na elaboração e difusão de imagens referentes a um exemplo de manifestação cultural “tipicamente” nordestina. Neste recorte, o ciclo junino e seus símbolos recorrentes nas músicas de Luiz Gonzaga ilustrarão os fragmentos construídos e revelados no universo nordestino, para fins de reconstrução e visualização das contribuições do artista para a memória coletiva dos festejos juninos no Nordeste. A pesquisa, portanto, direciona-se numa perspectiva de reconstrução da memória coletiva do ciclo junino por meio da análise das canções de Luiz Gonzaga, uma vez que se configura enquanto registro de um fenômeno sociocultural, além de evidenciar a importância da obra do artista em popularizar elementos de representação social do universo sertanejo, enquanto recorte da Região Nordeste. O debate sobre memória, representação e estudos culturais será norteado pelos trabalhos de Albuquerque Júnior (2009), Austregésilo (2008), Halbwachs (2012), Hall (1997, 2006), Jodelet (2001), Le Goff (2012), Menezes Neto (2007), Megale (1999), Morigi (2002, 2004, 2005), Nora (1993), Pollak (1989,1992) e Thiesen (2013). No âmbito da Ciência da Informação o trabalho focará na discussão conceitual sobre o papel do documento enquanto recurso social por meio dos trabalhos de Barreto (2010), Buckland (1991), Capurro&Hjorland (2007), Dodebei (2011) e Le Coadic (2004). Enquanto método, a pesquisa propõe fazer uma análise documentária das letras de música com ênfase na análise de assunto e análise de domínio, a partir dos pressupostos teóricos e metodológicos da Organização e representação da Informação, destacando as contribuições de Dalhberg (1974), Dias e Naves (2013), Guimarães (2008), Hjorland&Albrechtsen (1995), Novellino (1996), Pinto Molina (1992) e Tennis (2013). Entendendo a música como expressão artística que de alguma forma se materializa em uma inscrição de conhecimento (documento), seus elementos descritivos e temáticos podem ser analisados também pelos fundamentos técnicos e metodológicos da Bibliometria de acordo com Bufrem e Prates (2005) e Santos e Kobashi (2007 e 2009). Assim, essa proposta pretende revelar as representações sociais identificadas nas canções de Luiz Gonzaga, com o propósito de ilustrar o panorama de sua produção musical e as relações com o contexto social e cultural da região.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15377
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Informação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO ANDREA MARINHO.pdf1,39 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons