Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15330
Título: Ecologia, conservação e comportamento de guariba-de-mãos-ruivas (Alouatta belzebul belzebul) no município de Água Preta, Pernambuco, Brasil
Autor(es): SILVA, Julianne Moura da
Palavras-chave: Guariba-de-mãos-ruivas; Sobrevivência; Dieta
Data do documento: 20-Fev-2015
Editor: UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
Resumo: Os primatas do gênero Alouatta apresentam uma dieta folívora-frugivora, além de uma vocalização característica (roncos) que pode ser ouvida a longas distâncias e um padrão comportamental caracterizado por longos períodos de descanso. O presente estudo objetivou investigar aspectos da dieta e do comportamento da última população conhecida de guaribasde- mãos-ruivas (Alouatta belzebul) do estado de Pernambuco, afim de obter informações para sua conservação. O trabalho de campo foi realizado de janeiro de 2013 à outubro de 2014, totalizando 853,75h. Foram usados os método de "Varredura Instantânea" e "todas as ocorrências" para registrar os comportamentos e/ou a dieta de animais de três grupos sociais de guaribas-de-mãos-ruivas, sendo obtidas 105,75h de observações diretas dos mesmos. A dieta foi investigada tanto por observações diretas quanto por inspeção das fezes. Foram registradas cinco categorias comportamentais, onde o 'descanso' foi mais frequente (72,06%), seguido por 'deslocamento'(17,80%), 'alimentação' (3,91%), 'vocalização' (1,56%) e 'outros' (4,64%). Esse padrão segue o esperado para primatas do gênero. Houve perturbação antrópica (i.e. caça e extração ilegal de madeira) na área de estudo em 19% dos dias de trabalho de campo. A frequência de emissão de chamados longos foi relativamente baixa quando comparado ao padrão observado em outras espécies de Alouatta, o que pode ser um efeito tanto do tamanho reduzido do fragmento (aproximadamente 280 ha) como da elevada perturbação antrópica na região. Os animais não apresentaram o padrão bimodal diário característico do gênero para emissão de chamados longos. A redução de vocalizações pode ser uma estratégia de sobrevivência desses animais, visto que seriam mais facilmente detectados por caçadores, por exemplo, durante a emissão dos chamados longos. Não houve diferença significa na frequência de emissão desses chamados entre os períodos seco e chuvoso, porém houve diferença de acordo com o período do dia. De um total de 316 amostras fecais, foram obtidos 5.132 sementes, incluindo representantes das espécies Dialium guianense, Spondias mombin e Jaracatia spinosa, além de 1.149 besouros incluindo alguns dos gêneros Cantidium, Histeridae, Staphilynidae, Onthophagus e Eurysternus. Essa relação entre besouros e excrementos já foi observada para diversas espécies de Alouatta, mas até então não havia sido registrada para o guariba-de-mãos-ruivas. A abundante presença de sementes e besouros nas fezes dos guaribas na área de estudo indica o potencial de dispersão secundáriae de ciclagem de nutrientes desses animais, ressaltando assim a importância de preservar esta última população do estado de Pernambuco. Esforços para conservação desses animais se fazem urgentemente necessários.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15330
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biologia Animal

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Julianne Moura Silva.pdf1,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons