Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1524
Title: Purificação, caracterização e determinação de atividade coagulante da lectina de sementes de Moringa oleifera
Authors: de Andrade Luz, Luciana
Keywords: Moringa oleifera; atividade hemaglutinante; lectina; atividade coagulante
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: de Andrade Luz, Luciana; Cassandra Breitenbach Barroso Coelho, Luana. Purificação, caracterização e determinação de atividade coagulante da lectina de sementes de Moringa oleifera. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Moringa oleifera é uma planta tropical com grande importância econômica e de usos industriais e medicinais. Diferentes partes da planta são aplicadas e o extrato de sementes é comumente usado na purificação de água para consumo humano. Lectinas são proteínas ou glicoproteínas de origem não-imune que se ligam bioespecificamente a carboidratos, com capacidade de aglutinar células de forma reversível; extração e purificação dessas biomoléculas permite sua aplicação no âmbito biotecnológico. O objetivo deste trabalho foi investigar a atividade hemaglutinante (AH) em extratos de diferentes tecidos de M. oleifera, purificar e caracterizar uma lectina de sementes com propriedades coagulantes (cMoL). AH foi detectada em extratos salinos (NaCl 0,15 M) de flores e raques da inflorescência (5 %, p/v), sementes, folhas e tecido fundamental do tronco e casca do tronco (10 %, p/v). cMoL isolada após extração salina e cromatografia em gel de guar foi ativa na faixa de pH de 4 a 9, termoestável a 100 ºC durante 7 h e aglutinou eritrócitos de coelho e humanos. AH dos extratos dos tecidos e de cMoL foi inibida por carboidratos; azocaseína e asialofetuína aboliram a AH de cMoL. Eletroforese em gel de poliacrilamida em condições redutoras revelou uma banda polipeptídica principal de 26.5 kDa; cMoL nativa é uma proteína básica e foi purificada como uma única banda. A verificação da propriedade coagulante foi realizada utilizando-se uma suspensão de caolin em água (10 g/L) e leitura espectrofotométrica de absorbância a 500 nm. Preparações de sementes e cMoL apresentaram atividade coagulante similar ao sulfato de alumínio, o coagulante sintético mais utilizado no tratamento da água em todo o mundo; após o aquecimento de cMoL não foram observadas diferenças significativas na coagulação. Em conclusão, lectinas estão presentes em diferentes tecidos de M. oleifera; preparações lectínicas de sementes e cMoL podem ser aplicadas no tratamento de água para consumo humano
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1524
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
lal.pdf3.11 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.