Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15052
Título: Pátria nossa a cada dia: o capitalismo editorial e a invenção da nação no auge da ditadura militar (150° aniversário da independência do Brasil)
Autor(es): MORAIS, Fabricio de Sousa
Palavras-chave: História; Ditadura.; Sesquicentenário da Independência do Brasil; Imprensa; Brasil – História – 1964-1985
Data do documento: 6-Mar-2015
Editor: UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
Resumo: Essa tese versa sobre a invenção da nação brasileira durante as comemorações do Sesquicentenário da Independência do Brasil (1972). A principalfonte foi a imprensa escrita e a suadivulgaçãoda ideia de nação do governo ditatorial durante essas festividades. Também aborda como esses veículos midiáticos serviram de suporte para obras históricas que carregavam, na maioria das vezes, essa mesma maneira de compreender a identidade brasileira. Tudo isso sem esquecer a conjuntura da época, que faz a conexão entre acontecimentos diversos e simultâneos. Dessa forma, o regime ditatorial buscou dentro de um evento passageiro, uma efeméride, reafirmar a perenidade de um projeto de nação que deixou de fora boa parte da população.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/15052
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Fabricio de Sousa Morais.pdf6,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons