Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14994
Título: Efeitos da desnutrição intra-útero e após o desmame sobre a mecânica miocárdica de ratos
Autor(es): BELCHIOR, Aucelia Cristina Soares de
Palavras-chave: Desnutrição; Desnutrição fetal; Gravidez-Aspectos nutricionais; Sistema cardiovascular - Doenças
Data do documento: 29-Ago-2014
Editor: UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO
Resumo: A desnutrição durante períodos críticos no início da vida pode aumentar o risco subsequente de hipertensão e doenças metabólicas na vida adulta, mas os mecanismos subjacentes ainda não estão claros. Tivemos como objetivo avaliar os efeitos da desnutrição protéica pós-desmame (DPD) sobre a pressão arterial e contratilidade dos músculos papilares de ratos controle e DPD (descendentes que receberam uma dieta com baixo teor de proteína por três meses). Com a idade de 3 meses, os animais foram anestesiados e sacrificados, e os parâmetros relacionados com a contractilidade do músculo papilar isolado foram registrados. A pressão arterial sistólica e diastólica foram aumentados nos ratos DPD quando comparado com. DPD diminuição de força e tempo de derivados em músculos papilares isolados. Potenciação pós-pausa, a expressão da proteína SERCA e da fosfolambam e suas subunidades fosforilados foram reduzidas no grupo DPD, sugerindo comprometimento da absorção de Ca2+ pelo retículo sarcoplasmático. Além disso, as respostas inotrópicas induzidas por um aumento da concentração extracelular de cálcio foi reduzida no grupo de DPD. Avaliação in vitro do envolvimento dos canais de Ca2 + do tipo L, utilizando verapamil revelou uma diminuição semelhante da força em ambos os grupos. Estes resultados sugerem que a redução da resposta inotrópica ao Ca2 + não está relacionada com alterações no Ca2 + do sarcolema trans-fluxo, mas para uma possível alteração de proteínas contrácteis. Além disso, a expressão da proteína de isoforma α2 de Na +, K +, ATPase foi reduzida e a produção de anion superóxido foi aumentada no grupo de DPD. Estes resultados sugerem que DPD induz um aumento da pressão sanguínea e uma redução da força do músculo papilar isolado, que está relacionado com mudanças na absorção de Ca2 + pelo retículo sarcoplasmático. Produção de ânion superóxido parecem estar envolvidos nesta resposta.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14994
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Bioquímica e Fisiologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE AUCELIA CRISTINA SOARES BELCHIOR (2).pdf2,01 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons