Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14915
Título: Análise quali-quantitativa dos resíduos eletroeletrônicos gerados na ilha de Fernando de Noronha
Autor(es): ARAUJO, Dhiego Raphael Rodrigues
Palavras-chave: Gestão ambiental.; Impacto ambiental; Lixo – Eliminação – Aspectos ambientais – Fernando de Noronha, Arquipélago (PE).; Gestão integrada de resíduos sólidos
Data do documento: 17-Jul-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O crescente avanço tecnológico e a produção e consumo em larga escala de novos e cada vez mais modernos aparelhos eletroeletrônicos nos alerta para um desafio da sociedade atual: a destinação adequada da enorme quantidade de lixo eletrônico produzida, anualmente, ao redor do mundo. Além do grande quantitativo produzido, os REE (Resíduos Eletroeletrônicos) são potenciais fontes de contaminantes ambientais. Na confecção de equipamentos eletroeletrônicos está um dos maiores usos de metais considerados danosos à saúde humana. Levando em consideração a pouca informação sobre o quantitativo descartado deste tipo especifico de resíduo, no Brasil, a deficiente aplicação da legislação ambiental vigente, além do potencial de periculosidade dos impactos dos REE no meio ambiente, o trabalho aqui apresentado tem como objetivo fornecer uma estimativa sobre a produção REE, na ilha de Fernando de Noronha. A estimativa de produção de REE foi realizada por meio do método de aproximação de Robinson (2009), considerando a geração de cinco tipos de REE, precisamente, televisão, máquina de lavar, geladeira, celular e computador. Paralelamente, foram realizadas associações entre a geração de REE e as características socioeconômicas dos grupos entrevistados. De forma geral, os resultados mostraram que os equipamentos eletroeletrônicos mais presentes nas residências foram geladeira, aparelho celular e televisor, sendo os últimos encontrados em mais de uma unidade por residência. As famílias de maiores renda e escolaridade possuem equipamentos eletroeletrônicos mais caros e sofisticados. A estimativa realizada mostrou uma produção anual de REE de 13.843 toneladas. A partir de um diagnóstico mais realista sobre a produção de REE no arquipélago, a Administração da ilha poderá elaborar e implementar um programa para coleta e armazenamento, à luz das diretrizes da Política Nacional de Resíduos Sólidos em vigor, considerando a redução na fonte, o reaproveitamento, a reciclagem, possíveis tratamentos e o destino final, sendo essa cadeia perpassada pela logística reversa.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14915
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DHIEGO RAPHAEL RODRIGUES ARAUJO.pdf1,66 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons