Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14913
Title: O exercício profissional do assistente social em tempos de crise do capital: atribuições e competências ao serviço social na região metropolitana do Recife
Authors: Soares, Joseilma de Assis Costa
Keywords: Assistentes Sociais;Qualificações profissionais;Serviço Social
Issue Date: 3-Jul-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Esta dissertação constitui um estudo sobre o exercício profissional do assistente social em tempos de crise do capital. O estudo parte do pressuposto que o Racionalismo Tecnológico, como ideologia utilizada para controle e eliminação das ameaças ao desenvolvimento do capitalismo tardio (MANDEL, 1985) está influenciando o Serviço Social, o que tem resultado em pragmatismo e imediatismo, já apontados em estudos anteriores (GUERRA, 2013; IAMAMOTO, 2012). O racionalismo tecnológico supõe que a estrutura social é dominada por normas de “racionalidade funcional” ao sistema capitalista, cujo objetivo é esconder a realidade social e as suas contradições, com o fim de “racionalizar a irracionalidade do capitalismo”, conforme expressão de Harvey (2011). A pesquisa teve como objetivo analisar como os mecanismos propostos pelo racionalismo tecnológico para enfrentamento da crise capitalista impactam as atribuições e as competências do Serviço Social nas instituições públicas da Região Metropolitana do Recife. Para empreender o estudo foi realizada uma pesquisa documental em torno dos relatórios oriundos das visitas de fiscalização do CRESS, buscando extrair dos documentos as informações que permitam analisar as incidências da dinâmica societária no exercício profissional, a partir das contradições que os assistentes sociais vêm enfrentando nas instituições públicas da Região Metropolitana do Recife. A análise do material demonstrou que o racionalismo tecnológico, presente na função controladora do Estado, através do processo de racionalização das políticas sociais, tem incidência direta sobre o Serviço Social, na medida em que busca modelar as atribuições e as competências profissionais, tentando eliminar a consciência e qualquer pensamento crítico no exercício destas. Entre outras considerações, elencamos o tensionamento entre o discurso ideológico marcado pelo conformismo e o Projeto Ético-Político Profissional.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14913
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - Joseilma Soares versão final.pdf1.32 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons