Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1488
Title: Estudo da síntese de partículas de ZnO: uma contribuição para o entendimento de processos fotocatalíticos
Authors: Virginia da Fonseca Santos, Georgia
Keywords: ZnO;Propriedades fotocatalíticas;Precipitação;Pechini;Rodamina B.
Issue Date: 31-Jan-2010
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Virginia da Fonseca Santos, Georgia; Távora Weber, Ingrid. Estudo da síntese de partículas de ZnO: uma contribuição para o entendimento de processos fotocatalíticos. 2010. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciência de Materiais, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2010.
Abstract: Nos dias atuais, a busca pelo uso racional da água é um dos grandes desafios para se alcançar um desenvolvimento sustentável. O desenvolvimento de estratégias para promover o tratamento adequado da água sem gerar desperdício vem sendo um dos pontos de maior interesse na comunidade científica. Diversas alternativas vêm sendo estudadas, entre elas, a degradação de poluentes orgânicos, como corantes, por sistemas fotocatalíticos. Nestes processos, semicondutores inorgânicos (TiO2, ZnO, etc) são usados como catalisadores para promover a degradação/oxidação destes poluente, através da irradiação com luz ultravioleta. Apesar dos processos fotocatalíticos serem bem estabelecidos, o papel desempenhado pelo catalisador e a influência de suas propriedades nestes processos ainda são assuntos abertos. Neste trabalho foi investigada a influência de várias características do semicondutor (ZnO) no processo fotocatalítico. A maioria destas características estão relacionadas ao método de síntese, e o principal objetivo deste trabalho é entender melhor como eles estão conectados, visando a obtenção de partículas fotocatalíticas com alto desempenho. Assim, nanopartículas de ZnO foram inicialmente preparadas através de método de precipitação homogênea. A influência de parâmetros sintéticos como a natureza do precursor de Zn2+, a concentração e o efeito de tratamentos térmicos sobre a evolução das partículas e a atividade fotocatalítica (relacionada com a degradação do corante Rodamina-B) foi investigada. Foi observado que a cristalinidade das partículas e a presença de resíduos orgânicos são mais relevantes na atividade fotocatalítica do que parâmetros como tamanho de partícula e área de superfície, indicando que o uso de nanopartículas como estratégia para melhorar a eficiência do processo não se constitui em uma regra. Além disso, foi observado que resíduos orgânicos apresentam um efeito tipo pinning que previne a coalescência e crescimento das partículas, embora iniba a fotoatividade. Visando comprovar estas conclusões, outra série de amostras foi preparada pelo método de Pechini e o efeito de precursor de Zn2+ e o tratamento térmico também foram investigados. Ficou provado que a cristalinidade e os resíduos orgânicos desempenham um papel crucial nas propriedades fotocatalíticas e que a natureza química do precursor também é um fator determinante, bem como a rota sintética usada. Finalmente, foi investigada a possibilidade de melhorar a atividade superficial com a dopagem das partículas de ZnO com cobalto ou manganês. Estas amostras foram preparadas através de método de precipitação, empregando as condições ótimas alcançadas na primeira parte do trabalho. No entanto, não foi observada uma correlação clara entre a dopagem e eficiência fotocatalítica devido à dopagem
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1488
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciências de Materiais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo5735_1.pdf4.59 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.