Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1487
Title: Novas Tiazolidinadionas 3, 5-Dissubstituidas: síntese, comprovação estrutural e avaliação da atividade antiinflamatória
Authors: Michelle de Lira Miranda, Rafaella
Keywords: Tiazolidinona;Atividade antiinflamatória
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Michelle de Lira Miranda, Rafaella; da Rocha Pitta, Ivan. Novas Tiazolidinadionas 3, 5-Dissubstituidas: síntese, comprovação estrutural e avaliação da atividade antiinflamatória. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: Ao núcleo tiazolidínico, devido à sua reatividade química, são atribuídas diversas atividades biológicas, fato que direcionou nossas pesquisas na busca de novos agentes biologicamente ativos. Estudos recentes têm demonstrado o potencial dos derivados tiazolidínicos em inibir a resposta inflamatória, caracterizada pela liberação de diferentes mediadores endógenos pró-inflamatórios (prostaglandinas e leucotrienos), a partir da conversão do ácido araquidônico pelas enzimas ciclooxigenase e lipoxigenase. Alguns estudos têm relacionado esta atividade à ativação do receptor PPARγ, pelo fato das tiazolidinas serem ligantes sintéticos desses receptores. Neste trabalho foram sintetizados três compostos da série 5-benzilideno-3-(4-metil-benzil)-tiazolidina-2,4- diona (LPSF/GQ-14, LPSF/GQ-18, LPSF/GQ-21) e quatro compostos da série 5- benzilideno-3-(2,4-dicloro-benzil)-tiazolidina-2,4-diona (LPSF/GQ-108, LPSF/GQ-109, LPSF/GQ-235, LPSF/GQ-265). A preparação desses derivados tiazolidínicos foi realizada a partir da reação de adição de Michael entre a 3-(4-metil-benzil)-tiazolidina- 2,4-diona (LPSF/GQ-1) e a 3-(2,4-dicloro-benzil)-tiazolidina-2,4-diona (LPSF/GQ-53) com derivados 2-ciano-3-fenil-acrilatos de etila substituídos (LPSF/IP). Esses derivados foram obtidos de forma satisfatória com rendimento na última etapa variando entre 35 e 83%. As estruturas químicas foram devidamente comprovadas por ressonância magnética nuclear de hidrogênio (RMN1H) e infravermelho. Seis compostos (LPSF/GQ-14, LPSF/GQ-18, LPSF/GQ-108, LPSF/GQ-109, LPSF/GQ-235 e LPSF/GQ-265) foram selecionados e tiveram sua atividade antiinflamatória avaliada frente ao modelo de inflamação da peritonite induzida por carragenina em camundongos. Todos os compostos testados demonstraram significante atividade antiinflamatória com percentual de inibição da migração celular variando entre 43 e 79%. O composto LPSF/GQ-235 se revelou o mais ativo dentre os compostos testados na dose de 3mg/Kg, apresentando uma inibição de 79% da migração celular e 97% da atividade da Rosiglitazona (composto padrão). Os resultados obtidos são importantes e comprovam o potencial dos derivados tiazolidínicos substituídos nas posições 3 e 5 como candidatos a novos agentes antiinflamatórios
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1487
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciências Biológicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1540_1.pdf944.05 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.