Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14647
Título: Carta enviada pelo Conde de Nioac para o conselheiro João Alfredo Correia de Oliveira
Autor(es): NIOAC, Conde de
Palavras-chave: Brasil-império; Problemas políticos; Imperador; Febre amarela no Brasil
Resumo: Recomenda calma ao Conselheiro, para atravessar as dificuldades com o espírito bem levantado. Não deve fazer caso das ameaças de inimigos gratuitos e invejosos, furiosos com o governo, querendo derrubá-lo. Comenta demoradamente, referindo-se à situação atual, com o Imperador sem estar "como se achava há cinco anos atrás". Salienta a responsabilidade de João Alfredo em face "dos abusos da parte dos Dantas¹, Ouro Preto² e cia", lembrando que o Saraiva³ "não quer o poder". Denuncia uma prevaricação que está havendo na construção do edifício do Brasil para a Exposição de Paris, alertando que o Neri e Ferreira d´Azevedo não são de confiança. Tece considerações sobre as notícias a respeito da febre amarela.
Descrição: "¹Manoel Pinto de Souza Dantas, Conselheiro, Senador, Presidente do Conselho de Ministros (06.VI.1834 a 06.V.1835). ²Visconde de Ouro Preto. Deputado, Senador, Conselheiro, Ministro. ³José Antonio Saraiva, Presidente do 28º Gabinete (1880-1882), responsável pela ""Lei Saraiva"" que substituiu o antigo sistema eleitoral pela eleição direta."
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14647
Outros identificadores: JA_CR_000.496
Aparece na(s) coleção(ções):João Alfredo_Correspondências Recebidas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JA_CR_000.496.pdf526,38 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons