Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1450
Title: Atividade eletromiográfica da musculatura abdominal de parturientes durante o período expulsivo do parto transpelviano
Authors: Duarte Ribeiro de Oliveira, Belisa
Keywords: externo oblíquo; reto abdominal; diástase; segundo período; esforços expulsivos; eletromiografia; Parto
Issue Date: 31-Jan-2009
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Duarte Ribeiro de Oliveira, Belisa; de Fátima Dornelas de Andrade, Armele. Atividade eletromiográfica da musculatura abdominal de parturientes durante o período expulsivo do parto transpelviano. 2009. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2009.
Abstract: Durante o segundo estágio do parto, a progressão da expulsão fetal depende de vários fatores ligados a parâmetros maternos e fetais, dentre eles, o esforço abdominal voluntário. Em busca dos fatores que influenciam o andamento do parto normal, nosso estudo busca, através da eletromiografia de superfície, correlacionar os parâmetros maternos e fetais que possam influenciar os esforços voluntários durante a fase do segundo estágio do parto. As atividades eletromiográficas dos músculos reto abdominal e oblíquo externo foram medidas durante o segundo estágio do parto em 24 gestantes do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira. A diástase do músculo reto abdominal, o índice de massa corpórea e a altura de fundo de útero foram analisados como parâmetros maternos e o peso fetal, perímetro cefálico, índices de Apgar e o pH e pCO2 arterial foram analisados como parâmetros fetais. O uso de ocitocina e tempo do período expulsivo foram considerados. Foi encontrada uma correlação negativa entre a diástase umbilical e os parâmetros eletromiográficos do músculo reto abdominal (p=0,04 ; r= -0,407). Não foi encontrada correlação significativa entre a eletromiografia dos músculos reto abdominal e oblíquo externo e os demais parâmetros maternos e fetais, bem como o tempo do período expulsivo e o uso da ocitocina. O presente estudo conclui que a diástase umbilical pode ser um parâmetro influente na geração de esforços voluntários durante o período expulsivo do parto, porém não deve ser considerado de forma isolada para o sucesso do andamento do trabalho de parto
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1450
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1383_1.pdf1.29 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.