Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1442
Título: Diagnóstico da infecção pelo vírus da hepatite C utilizando ressonância magnética nuclear de 1H em amostras de urina
Autor(es): Mona Gonçalves de Godoy, Michele
Palavras-chave: Metabonômica;Espectroscopia de ressonância magnética nuclear;RMN 1H
Data do documento: 31-Jan-2008
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Mona Gonçalves de Godoy, Michele; Pessoa de Almeida Lopes, Edmundo. Diagnóstico da infecção pelo vírus da hepatite C utilizando ressonância magnética nuclear de 1H em amostras de urina. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Resumo: A metabonômica constitui nova metodologia que vem em ascensão pelo seu importante papel na análise de materiais biológicos para o diagnóstico e o prognóstico de certas doenças, principalmente as crônico-degenerativas e as alterações genéticas, além do seu lugar frente à toxicidade por drogas. Refere-se à detecção, identificação, quantificação e classificação das mudanças metabólicas, tempo-relacionadas, integrada ao sistema biológico, numa visão global ao invés da avaliação da célula individualmente. Essa revisão visa introduzir o conceito da metabonômica baseada na utilização da espectroscopia de ressonância magnética nuclear de hidrogênio-1 (RMN 1H), uma das ferramentas analíticas preferidas por apresentar a vantagem de ser técnica não destrutiva, rápida e requerer pouco ou nenhum pré-tratamento das amostras. Além disso, dispensa o uso de amostras padrões para a co-injeção e identificação dos compostos, necessitando, entretanto, de métodos estatísticos multivariados para a análise dos complexos espectros obtidos. Buscaram-se, no banco de dados MEDLINE e SciELO, os artigos publicados no período de janeiro de 1998 a dezembro de 2007, escritos nos idiomas inglês ou português, que avaliassem seres humanos e utilizassem biofluidos para análise em RMN de 1H, sendo empregados os seguintes termos: metabonomics and 1H NMR and nuclear magnetic resonance spectroscopy and disease. Os artigos publicados inicialmente estavam mais relacionados à investigação dos erros inatos do metabolismo e à toxicidade de drogas, sendo bastante aplicados à indústria farmacêutica. Recentemente, os estudos estão mais voltados ao diagnóstico e ao prognóstico das doenças crônico-degenerativas e infecciosas, um dos motivos para a elaboração desta revisão
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1442
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo2029_1.pdf3,82 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.