Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14096
Title: Avaliação da Expressão Genética do TCF7L2 Após Cirurgia Bariátrica
Authors: MACEDO, Carlos Eduardo Soares de
Keywords: Cirurgia bariátrica;Diabetes mellitus tipo 2;Derivação gástrica;Expressão gênica;Genômica;TCF7L2
Issue Date: 23-Feb-2015
Abstract: INTRODUÇÃO: Obesidade e diabetes tipo 2 (DM 2) são um crescente problema de saúde. O fator de transcrição 7-like 2 (TCF7L2) é o gene mais associado ao DM 2 e sua potencial associação com a obesidade tem sido aventada em estudos recentes. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos do tratamento cirúrgico da obesidade na expressão do TCL7F2 e suas associações com o índice de massa corpórea (IMC) e o DM 2. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo tipo coorte, amostras de sangue periférico de 26 pacientes portadores de obesidade foram colhidas antes da cirurgia bariátrica e após um ano de seguimento, foi extraído RNA das amostras por sistema automatizado QIAsymphony® (QIAGEN©), Realizou-se PCR em tempo real, utilizando reagentes SYBR® Green PCR Kit (QIAGEN©) através do RotorGene Q® (QIAGEN©). As variáveis categóricas foram avaliadas utilizando o teste do qui-quadrado com a correção de Fisher quando necessário e as variáveis contínuas com o teste t-student, modelos de regressão linear foram criados para avaliar a relação do IMC com a expressão genética. Apenas associações com p-valor < 0,05 foram consideradas significativas. RESULTADOS: a expressão genética do TCF7L2 após a cirurgia bariátrica não se alterou na população como um todo (p-valor= 0,38), contudo, nos pacientes diabéticos, houve redução significativa (27%, p-valor= 0,021). Houve tendência à diferença (p-valor 0,051) entre a proporção de pacientes diabéticos que apresentaram alguma redução da expressão (81,88%) em relação aos não diabéticos (40%). A expressão préoperatória dos pacientes diabéticos foi significativamente maior em relação aos não diabéticos (p-valor= 0,042). Houve correlação positiva entre IMC e os valores do dCt (delta cycle threshold) do TCF7L2 antes e após a cirurgia bariátrica (p-valor= 0,037 e 0,007 respectivamente), ou seja, quanto maior o IMC do paciente menor a expressão do gene. Houve correlação positiva estatisticamente significativa entre a redução de IMC e a expressão do TCF7L2 (p-valor= 0,027), ou seja, quanto maior a redução de IMC maior o aumento de expressão genética comparada com os valores pré-operatórios. CONCLUSÃO: A expressão do TCF7L2 um ano após a cirurgia bariátrica não se alterou na população estudada, apenas nos pacientes diabéticos mostrou-se uma redução estatisticamente significativa. A expressão do TCF7L2 foi significativamente maior no grupo diabético antes da cirurgia bariátrica. Houve correlação positiva entre os valores do dCt do TCF7L2 e o IMC tanto no pré quanto no pós-operatório. A redução de IMC foi significativamente associada a aumento da expressão do TCF7L2.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14096
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
TESE Carlos Eduardo Soares de Macedo.pdf985.92 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons