Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14090
Title: Avaliação de uma nova abordagem diagnóstica baseada em um nanocompósito para a Leishmaniose visceral
Authors: XAVIER, Edeneide Maria
Keywords: Leishmaniose Visceral;Diagnóstico;Teste ELINOR
Issue Date: 15-Dec-2014
Abstract: A leishmaniose visceral (LV) é na atualidade considerada um grave problema em saúde pública no mundo, e quando não tratada rapidamente pode levar a morte. A busca por diagnósticos rápidos e precisos vem sendo cada vez mais alvo de pesquisas. Existe uma variedade de testes para detecção da Leishmania, os quais envolvem os testes sorológicos, parasitológicos e moleculares. Todos apresentam certas limitações, busca por testes rápidos e sensíveis vem sendo cada vez mais estudadas. O teste ELINOR é baseado na utilização de nanopartículas magnéticas fluorescente híbridos, o qual produz um sinal de luminescência, que é facilmente visualizado em microscópio de fluorescência, em baixas concentrações de DNA ou de RNA, sem a necessidade de amplificação do material genético, antes de ser testado. O objetivo desse estudo foi avaliar o desempenho do teste ELINOR, assim como sua sensibilidade e especificidade, frente a alguns testes para o diagnóstico da LV. Foram analisadas um total de 100 amostras (humanos e cães) previamente diagnosticada com LV, e 63 amostras de (humanos e cães) como controle. As amostras de humanas foram submetidas a testes (cultura, IT-Leish, PCR, qPCR) as de cães apenas a PCR, qPCR e em seguida todas submetidas ao teste ELINOR com a utilização das sondas LINF 1b. Os resultados em humanos mostram uma acurácia de 90,2%, sensibilidade de 94,2% e especificidade de 88,3%. Em cães a sensibilidade foi de 79.4%, especificidade de 93.3%, e uma acurácia de 86.5%. Levando-se em consideração todas as amostras (cães + humanos), a sensibilidade foi de 87,3 %, a especificidade 89,8 %, e a acurácia de 88,9%. Comparando esses resultados com os encontrados na literatura, observa-se que tanto a sensibilidade quanto a especificidade do Teste ELINOR são equivalentes a resultados obtidos por outros testes usados para o diagnóstico da LV. Este estudo indica que possivelmente um sistema de diagnóstico rápido baseado na luminescência exacerbada de origem inorgânica/orgânica (“ELINOR”, do acrônimo em inglês) identificada nos compósitos PANI/AuNPs pode ser bastante promissora, tendo em vista que o teste ELINOR detectou de forma rápida e específica a presença de DNA do patógeno em material biológico, revelando-se assim uma boa plataforma para o desenvolvimento de testes moleculares simples e de baixo custo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14090
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Genética

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_edeneidexavier_2015.pdf1.25 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons