Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14056
Título: O capital da construção civil no contexto do neodesenvolvimentismo e as teias das relações perigosas na estratégia do novo bloco de poder hegemônico no Brasil
Autor(es): SILVA, David Wallace Cavalcante da
Palavras-chave: Neodesenvolvimentismo; Construção civil; Governo Lula; Governo Dilma; Desenvolvimento
Data do documento: 18-Dez-2014
Resumo: A presente Tese de Doutoramento tem como objetivo geral analisar as relações políticas e econômicas do capital da construção civil com o novo bloco de poder hegemônico nos marcos do projeto neodesenvolvimentista no Brasil, a partir da eleição de Luís Inácio Lula da Silva à Presidência da República, em 2002. A pesquisa também busca atingir os objetivos específicos de analisar as metamorfoses políticas e sociais a partir da historicidade que assentou as bases para a origem do novo bloco de poder as quais contribuíram para a gestação do projeto neodesenvolvimentista; compreender quais impactos se relacionam ao espaço urbano e aos megaeventos esportivos envolvendo o capital da construção civil e sua relação com o papel do Estado; bem como avaliar como tem se manifestado a política do novo bloco de poder com o recurso ao consenso tripartite em face da implantação da Mesa Nacional da Construção Civil. A metodologia privilegia uma abordagem qualitativa centrada na busca de fontes bibliográficas, documentais e jornalísticas, reforçada por dados quantitativos secundários oficiais. O encadeamento teórico-analítico nesta temática é o papel que o capital da construção civil vem assumindo como objeto da economia política de mecanismo anticíclico e de relocalização dos excedentes de capital, diante do ciclo descendente de longo prazo da economia mundial, a lei da taxa decrescente de lucro e a crescente crise de valorização do valor. Em relação ao recurso da teoria política e social buscamos analisar os impactos urbanísticos, das políticas habitacionais e sociais, bem como o patrocínio de grandes eventos esportivos proporcionados pelos governos, através do uso do orçamento público cuja marca maior se revela pela implementação das grandes obras das arenas esportivas, que no caso do Brasil, destacam-se nas grandes obras incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento-PAC financiadas pelo Estado, através do BNDES. O objeto de investigação é analisado nos marcos contextuais do capitalismo brasileiro contemporâneo, na medida em que o suposto é que confluem um novo modelo de desenvolvimento com um respectivo papel do Estado sob o comando do novo bloco de poder, desdobrando-se numa relação privilegiada com o capital da construção civil e um papel auxiliar do movimento sindical que de uma forma geral tem se manifestado nacionalmente, no setor da construção civil, através da constituição da Mesa Nacional Permanente para o Aperfeiçoamento das Condições de Trabalho na Indústria da Construção que busca estabelecer as diretrizes do consenso setorial a partir do Compromisso Nacional para o Aperfeiçoamento das Condições de Trabalho na Indústria da Construção coordenada pela Secretaria Geral da Presidência da República.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/14056
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Serviço Social

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE DE DOUTORADO EM SERVIÇO SOCIAL - DAVID WALLACE CAVALCANTE DA SILVA.pdf3,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons