Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1339
Título: Produção de Oligossacarídeos por Zymomonas mobilis
Autor(es): Vasconcelos Lobato, Andréa
Palavras-chave: Oligossacarídeos;Produção;Bactérias;Zymomonas
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Vasconcelos Lobato, Andréa; Maria Torres Calazans, Glicia. Produção de Oligossacarídeos por Zymomonas mobilis. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia de Produtos Bioativos, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Oligossacarídeos são carboidratos de baixo peso molecular produzidos por organismos vivos, com funções relacionadas à defesa imunológica, à replicação viral, ao crescimento e adesão celular e ao armazenamento de energia. Os oligossacarídeos são alimentos funcionais por suas propriedades prebióticas, estimulando a microbiota intestinal e contribuindo para o melhoramento da fisiologia do organismo. Neste trabalho estudou-se a produção de oligossacarídeos por via fermentativa, usando Zymomonas mobilis ZAG-12, além de analisar por CLAE os oligossacarídeos produzidos. Para isso foram realizadas fermentações em meio a base de sacarose, extrato de levedura e sais minerias, conforme estudo realizado previamente para otimização do processo. Foram realizados dois experimentos adicionais às temperaturas de 35 e 40oC, 250 g/L de sacarose inicial e 100 rpm. O pH, a biomassa produzida, a sacarose consumida e a produção de levana e de oligossacarídeos foram analisados. A partir dos resultados obtidos foi realizado estudo cinético da produção de oligossacarídeos em biorreator, a 30oC, 150 g/L de sacarose, a 100 rpm, em processo descontínuo, por 72h. O rendimento em levana foi considerado baixo nas temperaturas de 35 e 40oC, fato atribuído ao favorecimento de outros produtos, inclusive oligossacarídeos. Oligossacarídeos com DP entre 3 e 15 foram encontrados a 35 e 40oC, com predominância dos DP 3, 5, 6, 12, 13 e 15. Na produção a 30oC foi observada a presença de oligossacarídeos com graus de polimerização entre 4 e 15, havendo maior produção dos DP 4, 5, 6, 7, 8 e 15. Os resultados mostram que Zymomonas mobilis ZAG-12 é uma produtora potencial de oligossacarídeos e que as temperaturas de 30, 35 e 40oC são favoráveis à sua produção. Concluiu-se que a temperatura de 40oC é a melhor para produção de oligossacarídeos com baixo DP e que as referidas temperaturas, de uma forma geral, não são favoráveis à produção de oligossacarídeos com elevado DP. Entretanto, em termos de rendimento final em oligossacarídeos, 30 oC apresentou-se como a melhor temperatura de processo
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1339
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Biotecnologia Industrial

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4402_1.pdf354,8 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.