Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13388
Title: Micro-organismos endofíticos de Schinus terebinthifolius Raddi (Aroeira-Vermelha): isolamento, atividade antimicrobiana e prospecção química
Authors: Pedrosa, Gustavo Bartolomeu Pedrosa Gomes da
Keywords: Fungos endofíticos;Actinobactérias endofíticas;Extração
Issue Date: 26-Feb-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O interesse por pesquisas relacionadas aos endofíticos e às suas propriedades biotecnológicas aumenta, à medida que surge a necessidade pela busca de novos metabólitos bioativos, produzidos por essas espécies, e que possam combater micro-organismos multirresistentes. Micro-organismos endofíticos foram isolados de folhas sadias de Schinus terebinthifolius Raddi (Aroeira-Vermelha) e avaliados quanto à atividade antimicrobiana, frente a micro-organismos patogênicos, através de um ensaio primário com blocos de gelose, fermentação líquida e testes realizados com seus extratos. Os extratos foram analisados através de prospecção química e bioautografia em camada delgada. Obteve-se 237 isolados fúngicos, 67 bacterianos e 13 de actinobactérias. Dos quarenta fungos e 13 actinobactérias testados, 8 (20%) e 13 (100%) apresentaram atividade inibitória, respectivamente. Foi realizada fermentação líquida com o fungo (Mycelium stereo F-61) e a actinobactéria (S. kunmingensis Act-3) os quais obtiveram melhores halos de inibição. As frações etéreas (pH 7,0 – 48 h) provenientes do M. stereo F-61, inibiram S. aureus (20 mm), E. coli (23 mm) e S. aureus resistente à meticilina (MRSA) (23 mm). As frações de acetato de etila (pH 7,0 – 48 h) oriundas da S. kunmingensis (NBRC 14463), inibiram S. aureus (29 mm) e S. aureus (MRSA) (20 mm). Esses extratos apresentaram CMI para a S. kunmingensis Act-3 frente à S. aureus (62 μg mL−1) e S. aureus (MRSA) (125 μg mL−1), e para M. stereo F-61 contra S. aureus (125 μg mL−1), S. aureus (MRSA) (500 μg mL−1) e E. coli (500 μg mL−1). A prospecção química dos extratos do M. stereo F-61 detectou açúcares redutores e compostos fenólicos no extrato metanólico, e de triterpenos, esteroides, mono/sesquiterpenos e compostos fenólicos no extrato etéreo. A bioautografia constatou que os princípios ativos produzidos pela S. kunmingensis Act-3 e pelo M. stereo F-61 não são semelhantes aos da planta. Conclui-se que os isolados produzem metabólitos secundários bioativos com ação antimicrobiana, e apresentam potencial para a descoberta de nova substância bioativa de interesse biotecnológico.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13388
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Biotecnologia Industrial

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO Gustavo da Silva.pdf2.16 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons