Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13363
Título: Configuração do modo realista de composição ficcional em herói derradeiro, de Joaquim Paço D’Arcos: imperialismo português em África
Autor(es): CAVALCANTI, Wanessa Virgínia Rossiter
Palavras-chave: Realismo; Joaquim Paço d’Arcos; Imperialismo; Conjuntura Histórica
Data do documento: 31-Jan-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Com o objetivo de verificar como o autor português, Joaquim Paço d’Arcos, em Herói Derradeiro (1934), representou o contexto do Imperialismo Português na África, parte-se de uma investigação quanto ao momento histórico, a análise de outras obras que fazem uso do tema imperialista e a compreensão sobre conceito de realismo no discurso ficcional do autor. O estudo visa, portanto, realizar uma leitura da sequência narrativa do romance, focando os aspectos que dizem respeito à configurações do imperialismo segundo o autor português e, assim, averiguar como o imperialismo português se manifesta dentro do romance analisado. Aos olhos de Lukács (2000), a captura da realidade se dá quando o humano participa dos conflitos sociais, sendo a “arte maior como aquela que captura artisticamente a realidade”. Considerando-se essa premissa, recorre-se à fortuna desse e de outros teóricos de diversas extrações para, na narrativa, observar-se a construção ficcional – via modo realista – e a conjuntura histórica elaborada no romance (tudo isso em relação, ainda mais, à dimensão autoral).
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13363
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Teoria da Literatura

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Wanessa Virgínia Cavalcanti.pdf1,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons