Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13316
Título: ...Câmera na mão! Argumentação e atividade social “elaborar documentários” na sala de aula de língua inglesa
Autor(es): Larré, Julia Maria Raposo Gonçalves de Melo
Palavras-chave: Ensino-aprendizagem de língua inglesa; Argumentação; Teoria da Atividade Sócio-Histórico Cultural; Documentários
Data do documento: 31-Jan-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Esta pesquisa tem como objetivo analisar o impacto que possuiu o material didático (LARRÉ, 2012) elaborado para uma turma de primeiro período de Jornalismo de uma universidade federal brasileira no contexto da atividade social “Elaborar um Documentário em Língua Inglesa”. Para atingir tal objetivo, analiso as fichas didáticas (LARRÉ, 2012) e os documentários inicial e final produzidos pelo grupo-focal. Adoto os preceitos da Teoria da Atividade Sócio- Histórico Cultural (TASHC) pensada por Engeström (1999, 2009) a partir das discussões de Vygotsky (1934/2007). Esta é uma pesquisa crítica de cunho colaborativo (PCCol) (MAGALHÃES, 2009), que pensa na colaboração como principal forma de constituir negociação e compartilhamento de saberes e significados, em que todos os envolvidos possuam a possibilidade de questionar, havendo conflitos para aprimoramento da experiência vivida. Os dados para análise são constituídos de fichas didáticas produzidas por mim, documentários inicial e final produzidos pelo grupo-focal (com suas respectivas legendas em língua inglesa) e questionário escrito direcionado aos membros do grupo-focal. Estes dados serão posteriormente armazenados no banco de dados do Grupo de Pesquisa LIGUE (Linguagem, Línguas, Escola e Ensino) da Universidade Federal de Pernambuco. A análise do corpus selecionado está pautada em categorias enunciativo-linguístico-discursivas da linguagem argumentativa (LIBERALI, 2013), assim como categorias de interpretação tendo como base o referencial teórico na perspectiva da TASHC. Os resultados apontam para um aprimoramento da utilização da linguagem argumentativa em língua inglesa em seus aspectos enunciativos, linguísticos e discursivos dos aprendizes na produção do documentário final, dentro do que o material didático havia proposto. Além disso, houve uma conscientização de que o aprendizado a partir das atividades sociais promove uma expansão no que tange aspectos além da sala de aula.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13316
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Linguística

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Julia Maria Raposo Larré.pdf3,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons