Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13218
Título: Síntese, determinação estrutural e avaliação biológica de novos derivados hidrazínicos e tiazolidinônicos tiofênicos
Autor(es): Oliveira, Tiago Bento de
Palavras-chave: 2-aminotiofenos; Reação de Gewald; Atividade antifúngica; Atividade antitumoral
Data do documento: 14-Jun-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O heterociclo tiofênico e as tiossemicarbazonas são moléculas que apresentam diversas atividades biológicas. Os derivados tiofênicos se destacam nas atividades antifúngica e antitumoral. As tiossemicarbazonas são importantes devido às suas propriedades biológicas, tais como antichagásica, antitumoral, antibacteriana e antiprotozoária. Diante disso, desenvolvemos novos compostos 2-[(arilideno)amino]-cicloalquil[b]tiofeno-3-carbonitrila e novas tiossemicarbazonas. Os compostos foram obtidos através de uma rota sintética constituída por duas etapas. Na avaliação da atividade antifúngica, que teve como controle positivo o fluconazol, dezoito compostos tiveram suas CIM (Concentração Inibitória Mínima) determinadas frente a 2 cepas de Cryptococcus neoformans e 2 cepas de Candida krusei. 2-[(quinolin-8-il-metilideno)-amino]-4,5,6,7-tetrahidro-benzo[b]tiofeno-3-carbonitrila (LPSF/SB-64) apresentou melhor atividade, com valores de CIM que variaram entre 64 a 128 μg/mL para as duas cepas de Cryptococcus neoformans. Na avaliação da atividade antitumoral, três compostos tiveram suas citotoxicidades avaliadas através do ensaio do MTT frente às linhagens tumorais humanas T47D, NG97, CCRF-CEM e HL60 e a PBMC em concentração micromolar (μM). Os compostos apresentam a capacidade de inibir a proliferação celular de linhagens cancerígenas em diferentes concentrações. Os valores de IC50 para a linhagem HL60 (Leucemia Promielocítica) não puderam ser determinadas sendo, portanto a linhagem celular tumoral mais sensível aos compostos, que podem ser utilizados de maneira eficiente em concentrações nanomolares (10-9M). Com relação aos ensaios in vivo os derivados LPSF/SB-44 e LPSF/SB-200 apresentaram um resultado significativo frente ao sarcoma 180, sendo que o primeiro composto apresentou o maior percentual de inibição 55,89% para a dose de 50mg/Kg. O derivado LPSF/SB-200 apresentou uma menor atividade, pois seu percentual de inibição foi de 44,5 % para a mesma dose. O metotrexato foi o controle positivo apresentando uma inibição média de 91,4 %. Ao final, alguns compostos sintetizados demonstraram potencial para as atividades biológicas testadas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13218
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Inovação Terapêutica

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TESE Tiago Oliveira.pdf1,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons