Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13198
Título: Incremento da solubilidade aquosa de um novo derivado tiazolidínico (LPSF/GQ-130) para terapias anti-inflamatórias utilizando a técnica de dispersões sólidas
Autor(es): Vieira, Amanda Carla Quintas de Medeiros
Palavras-chave: LPSF/GQ-130; Hidroxipropilmetilcelulose; Dispersão sólida; Dissolução
Data do documento: 25-Fev-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: VIEIRA, Amanda Carla Quintas de Medeiros. Incremento da solubilidade aquosa de um novo derivado tiazolidínico (LPSF/GQ-130) para terapias anti-inflamatórias utilizando a técnica de dispersões sólidas. Recife, 2013. 161 f. Dissertação (mestrado) - - Universidade Federal de Pernambuco. CCB. Inovação Terapêutica, 2013.
Resumo: O LPSF/GQ-130 é uma tiazolidinodiona que apresentou atividade anti-inflamatória promissora em estudos in vivo, porém, sua insolubilidade aquosa repercute em dissolução e absorção inadequada no organismo. Assim, este trabalho objetivou incrementar esta propriedade através da técnica de dispersões sólidas (DS). A caracterização química e físico-química do protótipo permitiu a confirmação da molécula através das técnicas espectrométricas tradicionais, bem como a determinação da sua faixa de fusão (171,3 a 176,5°C) e pureza (99,37% ± 0,19), através da análise térmica. A obtenção da cinética de degradação térmica não isotérmica elucidou sua energia de ativação (95,14 KJ.mol-1), ordem de reação (0) e temperatura de decomposição térmica (238,3 a 297,4°C). Estudos preliminares de estabilidade identificaram intensa susceptibilidade a degradação em condições básicas e oxidativas. Os aspectos físicos da NEQ envolvem estruturas cristalinas (5,5; 16,3 e 44,18° 2ϴ), de formato acicular, com diâmetro médio dos aglomerados de 12,48 μm. A validação do método de doseamento por Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE-DAD) foi realizada em coluna C18 (25 cm x 4mm , 5μm ) fase reversa, com fase móvel composta por acetonitrila:H2O (85:15) e fluxo de 2 mL.min-1, sendo a solubilidade aquosa do protótipo inferior ao limite de quantificação do método (0,0001 μg.mL-1). O desenvolvimento do método de dissolução apresentou o meio de pH 1,2 com 1% de lauril sulfato de sódio como condição ótima para a execução das análises. As dispersões sólidas foram obtidas través do método do solvente (diclorometano), utilizando como matriz a hidroxipropilmetilcelulose (HPMC). O lote HPMC02 apresentou incremento de 28,57 e 11% na eficiência de dissolução (ED%) da DS binária (120 min), em comparação ao LPSF/GQ-130 isolado à mistura física (MF), respectivamente. A solubilidade da DS em água e em meio de dissolução foi incrementada em 7,7x106% e 1,99x103%, respectivamente. A obtenção dos sistemas ternários demonstrou maior ED% para a MF do que para a DS (47,45 e 44,97, respectivamente). Assim, pode-se concluir que o método empregado na obtenção da DS foi eficiente para a obtenção de DS binárias, entretanto, não repercutiu em melhoras para o sistema ternário. Ambos os sistemas constituem matérias-primas aperfeiçoadas para o desenvolvimento tecnológico de formas farmacêuticas a base deste protótipo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13198
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Inovação Terapêutica

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Amanda Vieira.pdf3,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons