Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13137
Title: Aplicação de técnicas ópticas para análise qualitativa e quantitativa de perdas minerais do tecido dentário
Authors: Maia, Ana Marly Araújo
Keywords: Diagnóstico precoce;Cárie Dentária;Erosão Dentária
Issue Date: 17-Jan-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: A detectação precoce e monitoramento de perdas minerais da estrutura do tecido dentário requerem técnicas conservativas, não invasiva ou minimamente invasivas, como os métodos ópticos, baseados nos propriedades físicas da luz. Esta tese demonstra a aplicabilidade de três técnicas ópticas qualitativas e quantivativas para perda mineral por cárie ou erosão dentária. Uma das técnicas é comercialmente estabelecida, a Quantificação de fluorescência por luz-laser induzida (QLF), e outros dois métodos vem sendo aplicados para estudos experimentais, a Tomografia por coerência óptica (OCT) e a Microscopia confocal por escaneamento a laser (CLSM). Objetivo geral: Avaliar e caracterizar a aplicabilidade de técnicas ópticas para qualificar e quantificar a perda mineral por cárie ou erosão dentária, elucidando a importância do conhecimento integrado das propriedades ópticas da interação laser-tecido (in vitro). Materiais e Métodos: No artigo I, um modelo de cárie artificial desenvolvido em 6 amostras de esmalte dentário humano, foi quantificado quanto a perda de fluorescência quantificada pelo QLF e correlacionado com as alterações no coeficiente de atenuação (A-Scan) detectada pelo OCT. Cerca de 200 cortes tomográficos (B-Scan) por amostra foram processados para formação de um novo mapa da lesão (C-Scan) com informações da curva de decaimento da luz em tecido sadio e cariado. No artigo II, a microscopia confocal com escaneamento a laser (CLSM), analisou e comparou amostras de esmalte dentário humano submetidos a ciclagem erosiva e tratados com dentifrícios com diferentes mecanismos de flúor, o fluoreto de estanho e a caseína fosfopeptídea com cálcio amorfo. O artigo III através de quatro protocolos de ciclagens erosivas múltiplas em esmalte bovino demonstrou a aplicação da Tomografia por Coerência Óptica, similar a análise de perfilometria, como um meio de quantificação de perda mineral, comparando as interfaces entre a região sadia de referência e a região erodida. Resultados: O processamento do valor de coeficiente de decaimento exponencial da luz em cada A-Scan (artigo I), resultou em um mapa C-Scan com eficiência para quantificação da lesão de atenuação gerado através da técnica de OCT. No artigo II, a análise das imagens 3D e secções transversais da microscopia confocal permitiu comparar áreas sadias e erodidas, visualizar detalhes morfológicos como a irregularidade do esmalte com exposição dos cristais de esmalte, além de mensurar o desnível entre as áreas de interface, e a deposição da camada protetora de fluoreto de estanho. O artigo III demonstrou a viabilidade de utilizar a OCT para comparar as médias dos batentes de perda minerais decorrente de múltiplas imersões em solução de ácido cítrico ou refrigerante coca-cola sob protocolos erosivos variados. Tanto o OCT como a perfilometria mostraram maior perda mineral promovida pela solução de ácido cítrico, e diretamente proporcional ao maior tempo de exposição. Conclusões: Em geral, concluiu-se que as técnicas ópticas tem alto potencial para quantificação da perda mineral, seja por cárie ou erosão dentária, além da possibilidade de monitorar a evolução da lesão dentária visto que são não destrutivas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13137
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Odontologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Ana Marly Odonto UFPE BBC.pdf4.08 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons