Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13081
Title: Alterações vasculares em ratos expostos ao diabetes materno: Contribuição das prostaglandinas derivadas da COX-2 e sua repercussão em diferentes idades
Authors: Queiroz, Diego Barbosa de
Keywords: Diabetes Gestacional;COX-2;Disfunção endotelial
Issue Date: 31-Jan-2010
Abstract: O conceito da “programação fetal” sugere que um individuo pode ser “programado” durante as fases intra-uterina e perinatal para desenvolver doenças na vida adulta. A literatura mostra que o diabetes materno produz importantes alterações metabólicas na prole adulta, predispondo-os ao surgimento de doenças cardiovasculares. Este estudo analisou se o Diabetes mellitus durante a gravidez produz alterações nos parâmetros cardiovasculares em preparações de artéria aorta na prole adulta em diferentes idades e os possíveis mecanismos envolvidos nestas alterações. O diabetes materno foi induzido por estreptozotocina em ratas Wistar. Alterações na homeostasia da glicose, como intolerância a glicose e resistência à insulina foram observados nos ratos adultos com 3, 6 e 12 meses de idade provenientes de mães diabéticas (STZ), como também uma redução do peso corporal. Através da medida direta da PA, a PAM dos ratos com 6 e 12 meses de idade provenientes de ratas diabéticas apresentaram elevadas quando comparado aos seus respectivos controles. Ao analisar a reatividade vascular na artéria aorta dos ratos STZ12M, estes apresentaram modificações significativas no relaxamento à acetilcolina e na contração induzida pela fenilefrina, demonstrando um quadro de disfunção endotelial. Para avaliar o envolvimento dos metabolitos derivados do acido araquidônico neste quadro de disfunção, foram utilizados inibidores da COX-1 e 2 (indometacina) ou da COX-2 (NS-398), onde ambos aumentaram o relaxamento e reduziram a contratilidade, significativamente, nas artérias dos ratos STZ12M. A participação do TXA2 e de outros derivados vasoconstritores da COX-2, foi verificada com o antagonista do receptor TP (SQ29548), o inibidor da síntese do TXA2 (furegrelato), o antagonista dos receptores EP1, EP2 e EP3 (AH 8809) e do receptor FP (AL8810). Em aorta dos ratos STZ12M, os valores percentuais de relaxamento e contração compatível com a observada na presença dos inibidores de COX somente foi alcançada quando pré-incubadas na presença do SQ29548 + AH6809, A presença do AL8810 não induziu qualquer efeito adicional nestes parâmetros. Esses resultados sugerem que o Diabetes mellitus durante a fase intrauterina e perinatal causa modificações metabólicas e cardiovasculares de maneira tempo-dependente em ratos adultos. Além disso, também demonstram que a redução da função endotelial está associada com o aumento da participação de prostanóides vasoconstritores derivados da isoforma induzível da COX (COX-2).
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/13081
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertaçao Diego B. de Queiroz.pdf1.23 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons