Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12980
Title: Satisfação do profissional de saúde da equipe multidisciplinar envolvidos no método mãe canguru
Authors: SERRANO, Milene Xavier Mariano
Keywords: Satisfação no emprego;Método Mãe-Canguru;Equipe de assistência ao paciente
Issue Date: 25-Apr-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: SERRANO, Milene Xavier Mariano. Satisfação do profissional de saúde da equipe multidisciplinar envolvidos no método mãe canguru. Recife, 2012. 75 f. : Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Ciências da Saúde, Programa de Pós-graduação em Saúde da Criança e do Adolescente, 2012
Abstract: Nos últimos anos, a Institucionalização ampliada, da “Atenção Humanizada ao Recém - nascido de Baixo Peso - Método Mãe Canguru”, nas maternidades, gerou estudos da sua implantação, porém esses precisam de uma abordagem mais precisa sobre aspectos do processo de trabalho, como o grau de satisfação dos profissionais visto que para desenvolver uma assistência humanizada e adequada ao recém-nascido de baixo peso é necessário que o profissional de saúde esteja satisfeito na realização das suas atividades no trabalho. O objetivo desse estudo é conhecer a satisfação dos profissionais de saúde da equipe multidisciplinar envolvidos no Método Mãe-Canguru. Trata-se de um estudo descritivo, de corte transversal e caráter avaliativo, realizado entre os anos de 2010 e 2011, com 322 profissionais de saúde da equipe multidisciplinar recrutados em 04 unidades de Saúde que possuem o Método Mãe- Canguru implantado, em Recife-PE. A amostra foi intencional e composta por àqueles que cumpriram com os critérios de inclusão. Foram excluídos os profissionais que tinham menos de 03 (três) meses de atuação no método e/ou que se recusaram a responder o questionário. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados um questionário adaptado desenvolvido em projeto anterior, estruturado e auto-administrado, contendo 81 questões. O questionário, construído utilizando a técnica Delphis, contém perguntas fechadas por forma a garantir respostas às alíneas formuladas e contempla 05 (cinco) dimensões as quais retratam elementos normativo do manual do Método Mãe-Canguru elaborado pelo Ministério da Saúde, sendo estes: estrutura física e equipamentos, recursos, rotinas, vinculo institucional, participação dos usuários, além da satisfação geral. Os profissionais escolhiam uma das cinco alternativas por questão, traduzindo uma escala Lickert (de 1 a 5) com relação à desconfirmação. Considerouse satisfação a desconfirmação positiva pontuações 4 e 5 e não satisfação a desconfirmação negativa pontuações 1 e 2. O valor 3 no estudo denota zona neutra, também chamado de zona de tolerância,ou seja, nem satisfeitos nem insatisfeitos. Quanto aos resultados, dos 322 entrevistados, 96,6% eram do sexo feminino e 78% eram plantonistas nas Unidades de Saúde estudadas. Foi observado que 55,9% da amostra receberam treinamento no método, tendo estes recebido apenas um treinamento nos últimos 2 anos. Houve predomínio da desconfirmação negativa (não satisfação) na dimensão estrutura física e material (MP= 2,71), assim como recursos humanos (MP= 2,76), e vinculo institucional (MP=2,67), salientando-se a não satisfação para acesso a treinamentos periódicos no método (> 47%) e para reconhecimento institucional sobre seu trabalho no Método Mãe-Canguru (49,1%). Na dimensão rotinas, houve predomínio de desconfirmação positiva (MP=3,31), ressaltando a satisfação dos profissionais para o cumprimento da norma de livre acesso das mães/familiares na 1ª etapa (73,6%). Houve um equilíbrio entre a satisfação e a não satisfação na dimensão usuários (MP=3,02), chamando a atenção para a não satisfação à aceitação das mães no tempo de permanência hospitalar no Método Mãe-Canguru na 2ª etapa (42,6%) e para a satisfação o livre acesso dos pais a unidade de cuidados intensivos na 1ª etapa (68,9%). Houve satisfação geral dos trabalhadores de saúde da equipe multidisciplinar com o Método (MP=3,47). Conclui-se então que a medida de desconfirmação permitiu averiguar diferencial de satisfação entre dimensões importantes no processo de trabalho no Método Mãe-Canguru e que os resultados desse estudo demonstram a necessidade de mudanças na prática assistencial no Método estudado, além da realização de mais estudos sobre satisfação e qualidade do trabalho.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12980
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação Milene Xavier.pdf5.46 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons