Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12943
Título: Reflexões sobre movimentos sociais e informação: a experiência do Grupo de Valorização Negra do Cariri - GRUNEC
Autor(es): Valério, Erinaldo Dias
Palavras-chave: Informação etnicorracial; Movimentos sociais negros; Grupo de Valorização Negra do Cariri
Data do documento: 14-Mar-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Afirma que na sociedade contemporânea, a crescente produção de conhecimentos científicos modifica o comportamento dos indivíduos no que tange ao acesso, uso e apropriação de informação. É por meio da informação que os sujeitos sociais adquirem conhecimento sobre seus direitos e deveres na sociedade, possibilitando-lhes melhores formas para a tomada de decisões individual ou em grupo. Pensando nesta perspectiva, estudar os movimentos sociais, como grupos que buscam por ideais comuns e que trabalham com a relação de informação para obtenção de conhecimento, é fundamental para entender esse contexto. Os movimentos sociais são ações sociais coletivas que se organizam para expressarem seus anseios, questões e demandas. Eles adotam diferentes formas de atuação e configuram-se em diversos aspectos, religiosos, feministas, raciais, indígenas, assim por diante. A partir dessas premissas, o presente estudo tem como objetivo geral analisar em que contexto ocorre à apropriação, geração e disseminação de informação que se desenvolve dentro do Grupo de Valorização Negra do Cariri - GRUNEC, e como objetivos específicos: interrogar de que maneira esse grupo se organiza; identificar quem são os atores, como atuam e o que demandam mapeando as ações desenvolvidas. Realiza pesquisa exploratória por meio de um levantamento bibliográfico e de campo. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Assim, esta pesquisa se insere em uma perspectiva em que discute pressupostos teóricos e investigativos da afrodescendência, correlacionando-a com a Ciência da Informação (CI), em seu aspecto interdisciplinar. Conclui-se que o movimento negro em questão, faz uso da informação etnicorracial da temática negra, para diminuir as disparidades sociais existentes entre negros e não negros. Informa que o GRUNEC comunica a informação por diferentes processos e que a sociedade se apropria desses conhecimentos disseminados, a fim de se posicionarem politicamente no combate ao racismo e na luta por ações sociais afirmativas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12943
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Informação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO Erinaldo Dias Valério.pdf2,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons