Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12912
Título: Doença respiratória baixa e aleitamento materno em crianças menores de 5 anos do município de Jaboatão dos Guararapes/PE: estudo de prevalência
Autor(es): Oliveira, Manuela Correia de
Palavras-chave: Pneumonia; Aleitamento Materno; Criança e Estudos Transversais
Data do documento: 17-Mai-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: OLIVEIRA, Manuela Correia de. Doença respiratória baixa e aleitamento materno em crianças menores de 5 anos do município de Jaboatão dos Guararapes / PE: um estudo de prevalência. Recife, 2012. 144 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Ciências da Saúde , Programa de Pós-graduação em Saúde Coletiva, 2012
Resumo: Objetivo: estimar a associação entre doença respiratória baixa e aleitamento materno em crianças de 3 meses até 4 anos, no município de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco. Métodos: estudo de corte transversal. Foram aplicados 2 questionários padronizados às mães ou responsáveis pelas crianças nos domicílios por estagiários treinados. Nesse trabalho foram analisadas informações sobre as mães e as crianças: amamentação, dados demográficos e socioeconômicos, sobre o ambiente domiciliar, tabagismo, e história de asma dos pais. A variável de desfecho foi prevalência no período de 12 meses de Doença Respiratória recidivante com Sibilos (DRS) e pneumonia. Realizou-se exploração dos dados, análise bivariada, estratificada e análise multivariada com regressão logística não condicional, e usou-se a razão de chances como medida de associação. Resultados: Foram analisadas 781 crianças, com uma prevalência de DRS de 25,2% (n=197; IC 95% 22,2-28,3), e 4,9% (n=38; IC 95% 3,4-6,4) de pneumonia. A média de duração total do aleitamento materno (AM) foi 11,4 meses (DP ±11,3), mediana de 6 meses. Para AM exclusivo, a média de duração foi 2,9 meses (DP ±2,2), mediana de 3 meses. Não foi observada associação entre AM e DRS. Foi observada uma associação negativa entre AM total e pneumonia (OR ajustado de 0,30 (IC 95% 0,15-0,61)). Conclusão: o aleitamento materno conferiu proteção à infecção respiratória baixa (pneumonia), mas sem evidência para a doença respiratória recidivante com sibilos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12912
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde Coletiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Manuela Correia de Oliveira.pdf2,27 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons