Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12852
Título: Análise da influência da condução térmica em mini-bacias de sal com base em modelos de elementos finitos
Autor(es): DANTAS, Rafaela Roberta Lima
Palavras-chave: Fluxo de calor; Mini-bacias de sal; Simulação numérica; Bacia de Santos
Data do documento: 26-Ago-2013
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: DANTAS, Rafaela Roberta Lima. Análise da influência da condução térmica em mini-bacias de sal com base em modelos de elementos finitos. Recife, 86 f. Dissertação (mestrado) - UFPE, Centro de Tecnologia e Geociências, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, 2013.
Resumo: Pesquisas sobre rochas evaporíticas tem absorvido enorme esforço das áreas de engenharia e geociências devido à sua importância no processo exploratório e durante o desenvolvimento de reservatórios de petróleo. Um fator importante em relação aos evaporitos é que estes apresentam condutividade térmica superior aos demais tipos de rochas. Devido à sua maior eficiência na condução de calor, estes atuam como camadas que criam áreas onde pode ocorrer um incremento no fluxo geotérmico em direção à parte superior de sucessões sedimentares. Este processo transforma o corpo evaporítico em um conduto de escoamento do calor, que é absorvido na região inferior e transferido para a parte superior da massa de rochas salinas. Este efeito apresenta importância na influência térmica em sistemas petrolíferos, pois pode funcionar como um agente de aceleração ou redução do efeito de maturação de rochas geradoras. O presente trabalho realizou um estudo da condução de calor em estruturas de depocentros formados sobre camadas de sais de halita, denominadas mini-bacias de sal, observando as possíveis diferenças causadas pelas geometrias associadas à sua geração. Para a composição do modelo geológico real foi utilizada uma seção geológica de uma mini-bacia desenvolvida sobre a camada de sal, na região de águas profundas da Bacia de Santos, SE do Brasil. A seção geológica foi utilizada para a construção de um modelo 2D considerando uma malha de elementos finitos. Os parâmetros geológicos foram empregados para a caracterização do modelo computacional (petrofísica, fluxo térmico, espessura, litologias), que foi processado no código “in house” CODE_BRIGHT, para a simulação do efeito térmico. Um período de cinco milhões de anos foi aplicado para se observar o efeito do fluxo de calor. A simulação mostrou que o efeito de ascensão das isotermas é influenciado pela configuração geométrica das paredes das mini-bacias, por sua configuração geral. Observouse que rochas geradoras na porção basal de mini-bacias mais largas podem entrar na zona de maturação térmica em profundidades mais rasas, devido ao efeito de ascensão das isotermas promovido pelo efeito chaminé do sal.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/12852
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO_RAFAELA_DANTAS_2013.pdf5,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons